Plano diretor de gestão da inovação em uma agência reguladora do Estado de São Paulo

  • Maria Regina Rocha Universidade Presbiteriana Mackenzie Centro de Ciências Sociais e Aplicadas Mestrado Profissional em Administração do Desenvolvimento de Negócios
  • Marcos Antonio Franklin Universidade Presbiteriana Mackenzie Centro de Ciências Sociais e Aplicadas Mestrado Profissional em Administração do Desenvolvimento de Negócios
  • Nilton Galli Bassi Universidade Presbiteriana Mackenzie Centro de Ciências Sociais e Aplicadas Mestrado Profissional em Administração do Desenvolvimento de Negócios
  • Marino Kobayashi Universidade Presbiteriana Mackenzie Centro de Ciências Sociais e Aplicadas Mestrado Profissional em Administração do Desenvolvimento de Negócios
  • Guilherme Ely Universidade Presbiteriana Mackenzie Centro de Ciências Sociais e Aplicadas Mestrado Profissional em Administração do Desenvolvimento de Negócios

Resumo

.

Biografia do Autor

Maria Regina Rocha, Universidade Presbiteriana Mackenzie Centro de Ciências Sociais e Aplicadas Mestrado Profissional em Administração do Desenvolvimento de Negócios

Mestrando em Administração do Desenvolvimento de Negócios no Centro de Ciências Sociais e Aplicadas da Universidade Presbiteriana Mackenzie. É Superintendente ARSESP – Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo - ARSESP - Distribuição de Gás Natural.

Marcos Antonio Franklin, Universidade Presbiteriana Mackenzie Centro de Ciências Sociais e Aplicadas Mestrado Profissional em Administração do Desenvolvimento de Negócios
Experiência profissional na área de gestão da inovação e processos organizacionais. Doutor em Administração de Empresas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e mestre em Qualidade pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). É professor do núcleo docente permanente do Mestrado Profissional em Administração do Desenvolvimento de Negócios do Centro de Ciências Sociais e Aplicadas da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Desenvolve projetos de pesquisa aplicada em temas relacionados com gestão da inovação, sustentabilidade, redes, qualidade, ambiente e processos organizacionais. Têm publicações em congressos e revistas nacionais e internacionais nesses temas.
Nilton Galli Bassi, Universidade Presbiteriana Mackenzie Centro de Ciências Sociais e Aplicadas Mestrado Profissional em Administração do Desenvolvimento de Negócios

Mestrando em Administração do Desenvolvimento de Negócios no Centro de Ciências Sociais e Aplicadas da Universidade Presbiteriana Mackenzie. É Coordenador – Mackenzie Soluções.

Marino Kobayashi, Universidade Presbiteriana Mackenzie Centro de Ciências Sociais e Aplicadas Mestrado Profissional em Administração do Desenvolvimento de Negócios

Mestrando em Administração do Desenvolvimento de Negócios no Centro de Ciências Sociais e Aplicadas da Universidade Presbiteriana Mackenzie. ÉGerente Comercial na SULMETAIS Revestimentos Arquitetônicos.

Guilherme Ely, Universidade Presbiteriana Mackenzie Centro de Ciências Sociais e Aplicadas Mestrado Profissional em Administração do Desenvolvimento de Negócios

Mestrando em Administração do Desenvolvimento de Negócios no Centro de Ciências Sociais e Aplicadas da Universidade Presbiteriana Mackenzie. ÉGerente Territorial de Vendas na Philip Morris International.

Referências

Aragão, A. S. de (2013). Agências Reguladoras e a Evolução do Direito Administrativo

Econômico, Rio de Janeiro: Ed. Forense.

ARSESP. Áreas de concessão de distribuição do gás canalizado. (2017). Recuperado de <http://www.arsesp.sp.gov.br/Documentosgerais/MAPAS-05-2017-GAS-CANALIZADO.pdf> Acesso. 05.2017.

Barret, R. (2000). Libertando a alma da empresa: como transformar a organização numa entidade viva. São Paulo: Cultrix.

Downey, H. K., Hellriegel, D., & Slocum, J. W. (2015). Environmental uncertainty: the construct and Its application. Administrative Science Quarterly 20(4), dezembro.

Drucker, P.F. (2002). A administração em tempos de crise. 3. ed. São Paulo: Pioneira.

Drucker, P. F. (2011). Drucker em 33 Lições – as melhores aulas do homem que inventou a administração. São Paulo: Saraiva.

Galbraith, J. R. (1973). Designing complex organizations, Addison-Wesley Pub. Co. edition, in English.

Hobbs, J.E. (1998). A transaction cost analysis of quality, traceability and animal welfare issues in UK beef retailing. British Food Journal, v. 98, n.6, pp. 20-26.

Hollander, S. (1965). The sources of increased efficiently: a study of DuPont rayon plants. MIT Press, Cambridge, Mass.

Lawrence, P. R., & Lorsch, J. W. (1967). Organization and environment managing differentiation and integration. Boston: Harvard University Press.

Lovelock, C., WIrtz, J., & Hemzo, Miguel A. (2011). Marketing de serviços: pessoas, tecnologia e estratégia. São Paulo: Pearson Prentice Hall.

Marcondes, R. C., Miguel, L. A. P., Franklin, M. A., & Perez, G. (2017). Metodologia para elaboração de trabalhos práticos e aplicados: administração e contabilidade. Conexão Inicial, Ed. Mackenzie, e-book].

Oliveira, D. de P. R. de (2006) Administração de processos. São Paulo: Atlas.

Oliveira, D. de P. R. de (2005). Planejamento estratégico, conceitos metodologia práticas. 22. ed. São Paulo: Atlas.

Pisano, G. P. (2006). Você precisa de uma estratégia de inovação, Harvard Business Review, fev.

Duncan, R. B. (1972). Characteristics of organizational environments and perceived environmental uncertainty – Administrative Science Quarterly, v. 17 n. 3, Sept.

Tidd, J., Bessant, J., & Pavitt, K. (2008). Gestão da inovação. Porto Alegre: Bookman.

Tigre, P. B. (2006). Gestão da inovação: a economia da tecnologia do Brasil. Rio de Janeiro: Elsevier.

Publicado
2019-09-11
Como Citar
Rocha, M. R., Franklin, M. A., Bassi, N. G., Kobayashi, M., & Ely, G. (2019). Plano diretor de gestão da inovação em uma agência reguladora do Estado de São Paulo. Práticas Em Contabilidade E Gestão, 7(2). Recuperado de http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/pcg/article/view/12384
Seção
Relatos Tecnológicos