v. 13, n. 2 (2013)


Capa da revista
Apresentação

Neste segundo fascículo de nosso décimo terceiro ano de atividade, os Cadernos de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie, continuam com a sua missão, de difundir a produção acadêmica de pesquisadores no âmbito da pós-graduação no Brasil e exterior, através de textos de autoria de alunos, docentes e pesquisadores participantes de cursos de mestrado, doutorado e pós-doutorado.

 

Os dois primeiros artigos tratam de sistemas estruturais na arquitetura. O primeiro deles, da autoria da Prof. Leonora Romano em parceria com alunos da pós-graduação da Universidade de Santa Maria (RS) e da Universidade do Porto,  aborda o estudo do processo evolutivo da arquitetura itinerante, mostrando as variações estéticas, tecnológicas e sua relação com distintos contextos culturais ao longo dos últimos quatro séculos.  O segundo artigo, da autoria dos professores Celia Moretti e Sunao Kishi, da FAU Mackenzie (UPM), aborda as grandes coberturas da arquitetura contemporânea, com ênfase nos casos do Sony Center Berlim) e do Mercado de Santa Caterina Barcelona), onde a forma e a estrutura tem papel relevante frente aso condicionantes de projeto. No Sony Center, o arquiteto aplica conceitos de uma cobertura leve, ousada, cuja forma passa a mensagem de inovação, com aplicação de novos materiais, membranas com teflon e fibra de vidro. Na obra de Barcelona, há a incorporação de considerações tectônicas aplicada na construção da cobertura, valorizando a forma plástica e resgatando a história e a cultura local.

 

O dois artigos seguintes, abordam a temática das áreas informais urbanas. O primeiro, de autoria da docente Maria do Carmo Bezerra, da FAU da Universidade de Brasília,  juntamente com a mestre Yvette Carillo, aborda a questão dos entraves processuais administrativos e jurídicos envolvendo a regularização fundiária em assentamentos precários e áreas de interesse social (ZEIS), apontando para um roteiro operacional que agilize esses processos.  O segundo artigo, das docente Angélica Alvim e Viviane Rubio (UPM), estuda dois casos de projetos de urbanização de favelas: o Bairro Legal (SP) e o Favela-Bairro (RJ), procurando identificar os elementos projetuais que contribuem para a qualificação desses assentamentos e para a integração dessas áreas informais à cidade, buscando a replicabilidade para outros contextos e cidades.

 

No quinto artigo, da autoria de pesquisadores do Programa de Pós-Graduação em Design e Expressão Gráfica da Universidade Federal de Santa Catarina, os docentes Luiz Fernando Gonçalves de Figueiredo e Luiz Salomão Ribas Gomez, em co-autoria com a doutoranda Vania Cardoso e o mestrando Erik Santos, estuda o branding territorial como elemento cultural de suporte ao marketing de uma região, como objetivo de consolidar a identidade e estruturar a marca de um território, reforçando atributos como o desenvolvimento econômico, o potencial turístico, o reconhecimento e difusão do local e estimulando a identificação da população com o lugar onde vivem.

 

O sexto artigo, da pesquisadora Tania Esteves Cardoso, do PROPUR/UFRJ, estuda um tema inovador e interessante: a representação da cidade na obra de desenho em quadrinhos intitulada HQ Portugal. Nessa obra, o autor Cyril Pedrosa representa a vida urbana das cidades portuguesas através da figura caminhante e sua interação com o lugar, seja o espaço físico ou o elemento cultural e social.  Essa interação não é inocente: ao mesmo tempo que recebe estímulos do meio que o rodeia, o personagem provoca uma reação nesse espaço. Este processo permite uma significação do espaço tanto ao nível do autor/caminhante, que experimenta esse local atribuindo-lhe importância, quanto ao leitor/observador que passa a vê-lo com outros olhos, clarificando o complexo mundo urbano e os seus ritmos ao leitor.

 

O sétimo artigo, da autoria de pesquisadores do LAURBE – Laboratório do Ambiente Urbano e Edificado da Universidade Federal da Paraíba, professores José Augusto Ribeiro Silveira, Edson Leite Ribeiro e pesquisador Julio Benigno Segundo, aborda o tema da acessibilidade e da mobilidade como elementos de promoção da reabilitação do espaço urbano, estudando o caso da cidade de João Pessoa, através de suas políticas de transporte público, de uso do solo e de adensamento urbano.

 

O último artigo, da docente Ana Gléria, da Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP), estuda a cidade de Ribeirão Preto e suas transformações urbanísticas e arquitetônicas ocorridas no período 1900-1930, como decorrência do apogeu da economIa cafeeira de exportação e do desenvolvimento do sistema de transporte ferroviário.

 

Por fim, gostaríamos de manifestar em nota neste editorial, o triste episódio do falecimento de nosso conselheiro editorial, membro fundador da revista, professor Manuel Leal da Costa Lobo, professor titular aposentado do Instituto Superior Técnico, da Universidade Técnica de Lisboa, um dos mais importantes e ativos urbanistas de Portugal e nosso parceiro em pesquisas e cursos ao longo de quase 15 anos. Ele nos deixou em maio desse ano, mas sua lembrança estará fortemente presente em todos nós, sobretudo pela sua ultima obra, um relevante estudo sobre as origens da nossa urbanística, produzido e publicado recentemente em parceria entre nossas duas universidades, intitulada Urbanismo de Colina: uma tradição luso-brasileira. Saudades desse nosso grande mestre!

Prof. Dr. José Geraldo Simões Junior, Editor

Prof. Dr. Charles C Vincent, Editor Executivo

 

 

Revisores Ad Hoc:

1. Carlos de Almeida Marques (UTLisboa)
2. Fabiana Generoso de Izaga (UFRJ)
3. Maria Cecilia Loschiavo dos Santos (USP)
4. Lucia Maria Machado Bogus (PUC-SP)
5. Anna Paula Moura Canez  (Uniritter-RS)
6. Maria Cristina da Silva Schicchi  (PUC-Campinas)
7. Fernando Atique  (Unifesp)
8.  Luiz Guilherme Rivera de Castro (UPM)
9. Maria Elisabete Lopes (Uninove)
10. Luiz Cláudio Bittencourt (Unesp-Bauru)

 

 

Zaha Hadid's Bergisel Ski Jump seen from the train station (photo: Charles C Vincent)