Vazio Urbano ou Subutilizado? Entre Conceitos e Classificações

Autores

  • Juliana Carvalho Clemente
  • José Augusto Ribeiro da Silveira
  • Júlio Gonçalves da Silveira

Palavras-chave:

Vazio Urbano, subutilização, conceitos

Resumo

Diante das inúmeras abordagens que consideram o fenômeno dos vazios urbanos nas cidades contemporâneas, surgem questões relacionadas à abrangência do termo vazio urbano e das categorias utilizadas em inventários técnicos e acadêmicos. Ora o vazio urbano é associado apenas às áreas fundiárias nunca antes ocupadas e às áreas intersticiais, ora é relacionado à condição de vacância de estruturas que tiveram o uso e a ocupação alterados por esvaziamento. Sendo assim, este artigo tem a intenção de discutir conceitos e sugerir uma classificação, na escala do lote, para os vazios urbanos e imóveis subutilizados, que serão ilustradas com exemplos encontrados no Centro Histórico tombado de João Pessoa, PB. Discutem-se aqui diferentes abordagens que geram questionamentos diversos: quando um espaço é considerado vazio urbano? Que aspectos delimitam a condição de subutilização? Edifícios obsoletos são considerados vazios da mesma forma que os lotes não utilizados? A partir de uma revisão bibliográfica dos principais autores que discutem o tema, foi elaborada uma classificação que distingue os ‘vazios urbanos’ dos ‘imóveis subutilizados’. Acredita-se que esta distinção é essencial, por garantir coesão a um conceito que de outra forma poderia se estender indefinidamente, passando a designar diversos espaços e confundindo o objeto da análise.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-07-20

Como Citar

CLEMENTE, J. C.; SILVEIRA, J. A. R. da; SILVEIRA, J. G. da. Vazio Urbano ou Subutilizado? Entre Conceitos e Classificações. Cadernos de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo, [S. l.], v. 11, n. 2, p. 30, 2012. Disponível em: http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/cpgau/article/view/6063. Acesso em: 2 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos