AS LIÇÕES DE MEDELLÍN: INTERVENÇÕES URBANÍSTICAS VERSUS QUALIDADE DE VIDA VERSUS REDUÇÃO DA CRIMINALIDADE

Roberto Carvalho Veloso, Mauricio José Fraga Costa

Resumo


Este artigo aborda a relação entre espaços urbanos desorganizados e criminalidade.
São apresentados dados estatísticos sobre a violência em Medellín, no Brasil e em
São Luís como forma de situar a discussão acerca de cidades violentas e sua relação com
problemas sociais no meio urbano desordenado. O debate cinge-se ao exemplo de resiliência
de Medellín que superou a condição de cidade mais violenta do mundo para tornar-
se referência mundial de superação a partir do urbanismo social inclusivo. O marco
teórico é a Escola de Chicago que pugna pela revitalização de áreas degradadas, associada
ao fortalecimento dos laços comunitários como meio de reduzir a criminalidade.
palavras-chave: criminalidade; urbanismo social; Escola de Chicago; Medellín;
qualidade de vida.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.