A simbiose dinheiro-jaleco: a ingerência do poder econômico na formação dos médicos como um obstáculo para a efetivação da garantia do acesso à saúde no Brasil

Lourenço de Miranda Freire Neto

Resumo


A realidade brasileira mostra que a garantia constitucional do acesso à
saúde não possui a efetividade necessária para atestarmos a concretude da norma. Nesse contexto, surge uma inquietação: Será que tal constatação resulta apenas da incapacidade de gestão do poder público na persecução dos seus objetivos sociais? Acreditamos que a problemática perpassa por uma situação que precisa ser vista de maneira mais holística, a saber, sob o ponto de vista da formação profissional dos médicos. Portanto, produzimos uma pesquisa explicativa, de procedimento ex-post-facto, tendo em vista o estudo das relações de causa e efeito entre o acesso à saúde e a formação profissional de médicos. Objetivamos, dessa forma, expor que o atual modelo de ensino médico está arraigado pela ingerência do poder econômico
e, assim, tem se levantado como o grande obstáculo para a efetivação do acesso à saúde no Brasil, para, então, propor uma solução que corrija essa distorção.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.