PROCESSO INICIAL DE ALFABETIZAÇÃO: INFLUÊNCIA DA CONSCIÊNCIA FONÊMICA E MÉTODO DE ENSINO

Dalva Maria Alves Godoy, Ângela Maria Pinheiro, Sylvia Ana Citoler Defior

Resumo


Este estudo longitudinal investiga a importância de dois métodos de alfabeti­zação para o sucesso da aprendizagem da leitura e da escrita e para o desenvolvimento da habilidade de consciência fonêmica (CF). Verifica ainda a contribuição da CF e sua capacidade preditiva para a alfabetização no português brasileiro (PB). Duas turmas de crianças que iniciavam o 1º ano (Midade = 5;10 anos), uma proveniente de uma escola que adotava método fônico e a outra, de uma escola que adotava um método não fôni­co, foram seguidas até final do 2º ano, com avaliações de CF, leitura e escrita, aplicadas em três momentos. Os principais achados de estudos em outras ortografias transpa­rentes são confirmados: a CF é um forte preditor da leitura e da escrita. Encontrou-se ainda que no PB a habilidade de leitura de palavras é alcançada rapidamente, com am­bos os métodos, ao passo que a aprendizagem da escrita é influenciada significativa­mente pelo método fônico.

Palavras-chave: consciência fonêmica; leitura; escrita; alfabetização; método de ensino.


Texto completo:

PDF (English)


ISSN 1980-6906 (on-line)