Adaptação cultural do Protocolo Health Behaviour in School-aged Children para a realidade brasileira

  • Juliana Maltoni Nogueira Universidade de São Paulo
  • Carolina Saraiva de Macedo Lisboa Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
  • Margarida Gaspar de Matos Universidade de Lisboa.
  • Maycoln Leôni Martins Teodoro Universidade Federal de Minas Gerais
  • Carmem Beatriz Neufeld Universidade de São Paulo

Resumo

A adolescência é uma fase de intensas transformações, podendo ser propícia ou apresentar riscos ao desenvolvimento. A saúde adolescente influencia diretamente em trajetórias futuras individuais e da sociedade como um todo, confirmando a necessidade de investigações acerca desse período do ciclo vital. A força-tarefa Health Behaviour in School-aged Children, com a World Health Organization (HBSC-WHO), vem realizando levantamentos da saúde há mais de 30 anos com um protocolo próprio, contando com aproximadamente 40 países da América do Norte e Europa. O objetivo deste trabalho foi apresentar o processo de tradução e adaptação cultural do instrumento HBSC para a realidade brasileira. Este é o primeiro estudo a realizar a adaptação desse instrumento no Brasil. O processo utilizou a tradução de juízes, um comitê da área, a avaliação em público-alvo e o estudo-piloto. Concluiu-se pela adaptação satisfatória do instrumento para a realidade brasileira, configurando-se Questionário HBSC Brasil.
Palavras-chave: tradução; adaptação cultural; levantamento de saúde; saúde do adolescente; HBSC.

Biografia do Autor

Juliana Maltoni Nogueira, Universidade de São Paulo
Departamento de Psicologia. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto.
Carolina Saraiva de Macedo Lisboa, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Escola de Humanidades. Faculdade de Psicologia. 
Margarida Gaspar de Matos, Universidade de Lisboa.
Centro de Estudos em Promoção e educação para a saúde. Faculdade de Motricidade Humana. 
Maycoln Leôni Martins Teodoro, Universidade Federal de Minas Gerais
Departamento de Psicologia. Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas.
Carmem Beatriz Neufeld, Universidade de São Paulo
Departamento de Psicologia. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto.
Publicado
2019-10-17
Seção
Avaliação psicológica