Intervenção Cognitivo-Comportamental em Grupo para Ansiedade: avaliação de resultados na atenção primária

Keila Marine Pedrosa, Gleiber Couto, Roselma Luchesse

Resumo


Este estudo teve por objetivo avaliar a efetividade de um grupo terapêutico fundamentado na Terapia Cognitivo-Comportamental no atendimento à pessoa com transtorno de ansiedade na rede de atenção primária à saúde. Doze mulheres, de 20 a 49 anos, iniciaram o tratamento e 11 o concluíram três meses após o início da intervenção. Os dados foram coletados por meio do Inventário de Ansiedade de Beck e da Escala de Ansiedade de Hamilton. Análises estatísticas fundamentadas no método proposto por Jacobson e Truax (JT) revelaram que a maioria das participantes apresentaram mudança positiva confiável após a intervenção. Diante disso, conclui-se que a utilização de ambos os instrumentos se mostrou facilitadora do manejo e da estruturação das atividades do grupo terapêutico, uma vez que os resultados proporcionaram um diagnóstico situacional. Outro ponto a ser destacado diz respeito à confiabilidade dos resultados obtida a partir do Método JT com todos os respectivos parâmetros.

Texto completo:

PDF PDF (English)