Dinâmica do Movimento de pessoas e copresença: passagens e permanências

  • André Souza Silva UNISINOS - Universidade do Vale do Rio dos Sinos - - Escola Politécnica - Mestrado Profissional em Arquitetura e Urbanismo
  • Alessandra Teribele UNISINOS - Universidade do Vale do Rio dos Sinos - - Escola Politécnica - Mestrado Profissional em Arquitetura e Urbanismo
Palavras-chave: Movimento de Pessoas, Configuração Espacial, Interface Espacial

Resumo

Espaços abertos públicos delimitados por barreiras como grades, muros e empenas, desprovidos de acessos e até mesmo edificações não colaboram para a copresença e a dinâmica do movimento de pessoas. A vida social é afetada pelo surgimento da segmentação e distanciamento socioespacial. Explicar como ocorre a dinâmica espacial do movimento de pessoas apontando possibilidades de incrementar esse aspecto da vida social urbana é o objetivo desta pesquisa. Apresenta-se um apanhado teórico sobre a relação entre espaços e usos, que abarca as conexões físicas duais, de passagens e permanências, entre os domínios públicos e privados do sistema configuracional urbano, i.e. as gradações de interfaces espaciais estabelecidas entre as edificações e o espaço aberto público. São utilizados princípios da lógica socioespacial como fundamento conceitual e procedimento metodológico de análise. Os resultados indicam que tão fundamentais quanto a acessibilidade do sistema de vias, as edificações e as atividades, são as diferentes formas de continuidade física e visual disponibilizadas pelos acessos, os quais possibilitam efetivamente a dinâmica socioespacial.

Biografia do Autor

André Souza Silva, UNISINOS - Universidade do Vale do Rio dos Sinos - - Escola Politécnica - Mestrado Profissional em Arquitetura e Urbanismo

Doutor em Planejamento Urbano e Regional - PROPUR_UFRGS (2006-2010). Mestre em Planejamento Urbano e Regional - PROPUR_UFRGS (2002-2005). Arquiteto e Urbanista - UNISINOS (1993-2000). Docente em Arquitetura e Urbanismo - UNISINOS. Professor no Mestrado Profissional em Arquitetura e Urbanismo - UNISINOS. Pesquisador do CNPQ-CAPES. Consultor Ad Hoc CNPQ_CAPES e FAPERGS. Revisor do periódico Arquiteturarevista - UNISINOS. Membro do Comitê Científico de Iniciação Científica da UNISINOS. Líder do Grupo de Pesquisa Cidades Preditivas - sistema de informações de desempenho urbano. Publica artigos e palestra sobre a temática arquitetônica e urbana em periódicos especializados e congressos, tanto no âmbito nacional quanto internacional. Atua na área do Projeto de Arquitetura e do Planejamento Urbano.

Alessandra Teribele, UNISINOS - Universidade do Vale do Rio dos Sinos - - Escola Politécnica - Mestrado Profissional em Arquitetura e Urbanismo
Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Estadual de Londrina (1997). Especialização em Didática no Ensino Superior (2003) e Desenvolvimento de Projetos (2008). Mestrado em Arquitetura pela UFRGS (2011) e Doutorado em Arquitetura pela UFRGS (2016). Atualmente é professora da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (graduação em Arquitetura e Urbanismo e Mestrado Profissional em Arquitetura e Urbanismo), pesquisadora associada do itt Performance e editora da Arquitetura Revista. Áreas de atuação: arquitetura, arquitetura em madeira, sistemas pré-fabricados, personalização, processos generativos e fabricação digital.
Publicado
2019-11-12
Seção
Artigos