Da Coisa impossível ao desejo da mãe interditada

Evandro de Quadros Cherer, Daniela Scheinkman Chatelard

Resumo


Este estudo teórico em psicanálise visa elaborar uma aproximação conceitual da mãe enquanto objeto interditado/desejado à noção de das Ding. Foi realizada uma pesquisa por meio de textos, especialmente da obra freudiana, que abordassem esse tema, os quais também foram cotejados com algumas considerações produzidas por Lacan. A partir da perspectiva da falta de objeto, abordou-se a interdição e o desejo pela mãe como referente à inacessibilidade de das Ding, isto é, relativo ao primeiro objeto mítico de satisfação. Com isso, ainda que a mãe corresponda a uma coisa (die Sache), ela possui valor enquanto das Ding ao ser interditada e desejada. Desse modo, a interdição da mãe pode ser pensada como referente à impossibilidade de acesso à Coisa. Essa tensão evidencia a articulação entre lei e desejo, aspecto central para se pensar a importância da interdição do incesto.


Texto completo:

PDF