Ensinando comportamento criativo: uma revisão em três periódicos da Análise do Comportamento

Emerson Ferreira da Costa Leite, Fátima Regina Pires de Assis

Resumo


Resumo: Desde Skinner, autores da Análise do Comportamento contribuíram para descrever e explicar o fazer criativo. Objetivando avaliar a produção sobre o tema, foi realizada revisão de uma amostra de 51 artigos extraída de 280 encontrados utilizando o termo de busca “creative” em três periódicos (The Behavior Analyst, Journal of the Experimental Analysis of Behavior e Journal of Applied Behavior Analysis), desde a primeira publicação dos mesmos, até o ano de 2015. Os resultados evidenciaram que diversos conceitos e procedimentos estão envolvidos ao referir-se ao comportamento criativo na perspectiva analítico- comportamental, não existindo uma linha de pesquisa unificada sobre o tema. A despeito disso, tecnologias para produzir respostas novas estão disponíveis, destacando-se o reforçamento direto de variabilidade. Foi avaliado se os resultados obtidos com esses procedimentos atendem ou não às exigências skinnerianas para considerarmos criativo um comportamento. O procedimento de validação social, utilizado nas pesquisas mais antigas da amostra, parece ser uma alternativa metodológica apropriada para essa investigação.

Palavras-chave: criatividade; comportamento criativo; variabilidade; revisão de literatura; análise do comportamento.


Texto completo:

PDF