Medidas macroprudenciais e estabilização financeira: uma análise do caso brasileiro

Pedro Raffy Vartanian, Derick Ribeiro da Costa Almeida

Resumo


O presente trabalho tem o objetivo de identificar a relação entre políticas macroprudenciais, instituídas pelo Banco Central do Brasil em 2010, e os níveis de inflação no período, com o intuito de avaliar o discurso oficial, que apontava como efeito das medidas a queda futura da taxa de crescimento do índice de preços. Para tanto, a pesquisa adotou uma reconstrução histórica do termo macroprudencialidade e dos resultados potenciais da aplicação de políticas dessa natureza em economias desenvolvidas e subdesenvolvidas, sua efetividade como estabilizador da atividade financeira para, finalmente, analisar a experiência brasileira recente com a aplicação de tais políticas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.