MONITORAMENTO DE ÁREAS DE RISCO COM A UTILIZAÇÃO DE TÉCNICAS DE GEOPROCESSAMENTO

  • Gabriella Teixeira Dias Leite Universidade Presbiteriana Mackenzie
  • Raissa Zachello Gomes Pinheiro Universidade Presbiteriana Mackenzie
  • Sergio Vicente Denser Pamboukian Universidade Presbiteriana Mackenzie
Palavras-chave: Deslizamento de terra. Geoprocessamento. Angra dos Reis.

Resumo

Este trabalho tem como objetivo avaliar a contribuição das geotecnologias para previsão e alerta de desastres naturais em determinadas áreas de risco. Para realizar essa avaliação, foi escolhida a região de Angra dos Reis, no Estado do Rio de Janeiro, onde ocorreram deslizamentos de terra no Réveillon de 2009 para 2010. O estudo de caso foi realizado por meio da análise de dados dinâmicos colhidos em campo pelos servidores do software TerraMA² (Terra Modeling, Analysis and Alert) e dados estáticos obtidos de outras fontes e processados pelo Sistema de Informações Geográficas QGIS. A partir de um algoritmo de análise implementado no TerraMA2, foi possível avaliar o risco de ocorrência de deslizamentos da região em estudo por meio da visualização e interpretação das imagens geradas pela plataforma. Após a conclusão do estudo, foi possível verificar a eficiência da ferramenta tanto na importação de dados estáticos e dinâmicos quanto na definição dos modelos de análise e apresentação dos mapas de risco.

Referências

DESLIZAMENTOS. Dia a dia educação, Curitiba, 2017. Disponível em: http://www.geografia.seed.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=237. Acesso em: 10 ago. 2017.

EMPRESA Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Classificação de Solos do Estado de São Paulo. Brasília, DF: Embrapa, 1999.

INSTITUTO Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Roteiro – TerraMA². Brasília, DF: Inpe, 2013. Disponível em: http://www.dpi.inpe.br/terrama2/doku.php?id=download. Acesso em: 20 maio 2017.

LACERDA, J. M. F de. Uso do geoprocessamento na expansão urbana: o caso das comunidades subnormais do município de Bayeux-PB. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS GEODÉSICAS E TECNOLOGIAS DA GEOINFORMAÇÃO, 3., 2010, Recife: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, 2010.

LOPES, E. S. S. Monitoramento ambiental: uso do TerraMA². 2013. Módulo I. Brasília, DF: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, 2013. Disponível em: https://vimeo.com/73897885. Acesso em: 17 maio 2016.

MORAES, I. B. C. M. Mapeamento digital de áreas suscetíveis a escorregamento na parte continental do município de Angra dos Reis, RJ. 2012. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Computação) – Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2012.

NOBRE, C. Deslizamentos de terra são a maior causa de mortes por desastres naturais, diz secretário. Governo do Brasil, 2011. Disponível em: http://www.brasil.gov.br/ciencia-e-tecnologia/2011/03/deslizamentos-de-terra-sao-a-maior-causa-de-mortes-por-desastres-naturais-dizsecretario. Acesso em: 10 ago. 2017.

OPEN Source Geospatial Foundation (OSGEO). QGIS – A Free and Open Source Geographic Information System. 2019. D isponível em: https://qgis.org/en/site/. Acesso em: 5 ago. 2019.

ORTEGA, R. Mapeamento de áreas de risco. Campinas, SP: Unicamp, 2013. Disponível em: http://www.unicamp.br/fea/ortega/temas530/ricardo.htm. Acesso em: 17 mar. 2016.

PEDROSO, F.; HOLM-NIELSEN, N. Desastres naturais no Brasil: um ciclo de tragédias anunciadas. Nexo Jornal, 8 jul. 2017. Disponível em: https://www.nexojornal.com.br/ensaio/2017/Desastres-Naturais-no-Brasil-um-ciclo-de-tragédias-anunciadas. Acesso em: 10 ago. 2017.

QUERO, C. Prevenção a desastres naturais ainda esbarra em “entraves políticos” no Brasil. BBC Brasil, Rio de Janeiro, 18 jan. 2013. D isponível em: http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2013/01/130118_enchente_rio_cq_mdb.shtml. Acesso em: 27 mar. 2016.

ENTENDA como aconteceu o deslizamento em Angra. R7 Notícias, 2 jan. 2010. Disponível em: http://noticias.r7.com/cidades/noticias/entenda-como-aconteceu-o-deslizamento-em-angra-20100102.html. Acesso em: 28 maio 2017.

SOARES, E. P. Caracterização da precipitação na região de Angra Dos Reis e a sua relação com a ocorrência de deslizamentos de encostas. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciências) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2006.

TOMINAGA, L. K.; SANTORO, J.; AMARAL, R. Desastres naturais: conhecer para prevenir. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2009. D isponível em: http://www.igeologico.sp.gov.br/downloads/livros/DesastresNaturais.pdf. Acesso em: 27 mar. 2016.

Publicado
2019-09-05
Como Citar
Leite, G. T. D., Pinheiro, R. Z. G., & Pamboukian, S. V. D. (2019). MONITORAMENTO DE ÁREAS DE RISCO COM A UTILIZAÇÃO DE TÉCNICAS DE GEOPROCESSAMENTO. Revista Mackenzie De Engenharia E Computação, 19(1). Recuperado de http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/rmec/article/view/11000
Seção
Artigos