Análise de estrutura interna do Inventário de Depressão Maior (MDI)

  • Makilim Nunes Baptista
  • Gabriela da Silva Cremasco
  • Felipe Cunha Augusto Cunha Universidade São Francisco
  • Samira Reschetti Marcon
  • Hugo Gedeon Barros dos Santos

Resumo

O objetivo do estudo foi buscar evidências de validade baseada na estrutura interna para o Inventário de Depressão Maior (MDI). O MDI foi aplicado em 714 estudantes universitários e em 12 pessoas com diagnóstico de depressão. Foi feita uma análise fatorial exploratória e verificados os índices de ajuste a partir do modelo da Teoria de Resposta ao Item (TRI), e foram calculados os índices de sensibilidade e especificidade a partir da curva ROC. Os principais resultados indicaram que o alfa de Cronbach para a escala foi 0,89 e foram verificadas correlações com magnitudes moderadas e fortes entre 0,43 e 0,93. Assim, sugere-se a realização de estudos com uma amostra clínica mais representativa, principalmente com sujeitos com diagnóstico de depressão.

Publicado
2020-04-14
Seção
Avaliação psicológica