Depressão e doença renal crônica: revisão integrativa da literatura

Gabriela da Silva Cremasco, Makilim Nunes Baptista

Resumo


Foram analisadas produções científicas nacionais e internacionais a respeito da depressão e da doença renal crônica entre os anos de 2006 e 2016, nas bases PsycINFO e LILACS. 269 publicações foram analisadas frente aos critérios de inclusão e exclusão, restando 21 artigos para análise. Os estudos foram avaliados quanto ao ano de publicação, periódicos, objetivos, amostra, resultados, construtos associados e instrumentos de depressão. Os principais objetivos dos estudos foram verificar a prevalência de sintomatologia depressiva, que variou de 7,8% a 83,49% e sua associação com outros construtos. Grande parte das amostras eram de tamanho reduzido e incluíam ambos os sexos. O ano com mais publicações foi 2011 e o Beck Depression Inventory foi utilizado em 66,67% dos estudos. É importante avaliar a depressão com instrumentos que levem em conta as especificidades do contexto de forma a reduzir vieses e permitir a identificação correta da sintomatologia depressiva nessa população.

Palavras-chave: sintomatologia depressiva; transtorno depressivo; insuficiência renal crônica; hemodiálise; revisão integrativa. 


Texto completo:

PDF PDF (English)


ISSN 1980-6906 (on-line)