Ocorrência de fratura de fêmur e rastreamento de sinais de depressão em idosos

Rosana Fortunato Modesto, Edinalva Neves Nascimento, Sandra Regina Gimeniz-Paschoal

Resumo


Fraturas de fêmur em pessoas idosas podem causar problemas físicos, emocionais, familiares e sociais. O objetivo deste estudo foi investigar a ocorrência de fratura de fêmur e sinais de depressão em idosos. Foram analisados dados de internação dos idosos de uma Secretaria da Saúde de um município paulista de aproximadamente 200 mil habitantes, e realizadas entrevistas com 30 idosos em suas residências, com a aplicação da Escala de Depressão Geriátrica de Yesavage-versão reduzida (GDS-15). Verificou-se que num período de um ano ocorreram 94 internações de idosos por fratura de fêmur, principalmente por quedas em suas residências, resultando em perda da autonomia, dor e tristeza. Dos entrevistados, 28 (93%) apresentaram sinais de depressão, que variou de leve a severa. Concluiu-se que houve número elevado de internações por fratura de fêmur e sinais de depressão entre os idosos, sinalizando a necessidade de novas investigações e de ações que modifiquem essa realidade.


Texto completo:

PDF PDF (English)


ISSN 1980-6906 (on-line)