A Bienal de São Paulo

De setembro a dezembro de 2018, a cidade de São Paulo será mais uma vez possuída pela Bienal de São Paulo. Em seu 32º ano de edição, em 2016, a Bienal atingiu um público de 900 mil visitantes, com entrada gratuita. Com audiência superior a outras grandes mostras, como a Bienal de Veneza (615 mil visitantes, em 2017) ou a Documenta de Kassel (891 mil visitantes, em 2017), a Bienal de São Paulo tem o poder de impactar a cidade e o país de diferentes formas.  Baseada nesse impacto e no poder de influenciar vários setores, a Revista Trama Interdisciplinar abre sua chamada de artigos sobre temas e pesquisas relacionados à Bienal de São Paulo em um amplo espectro que envolve políticas, disseminação, economia, turismo, práticas culturais, imagens da cidade, arquitetura, entre outros. São bem-vindos também estudos comparativos de abordagens curatoriais, propostas educacionais e de mediação, arqueologias de mídias e grupos de artistas das várias edições da Bienal, além de pesquisas sobre a Bienal de São Paulo em relação a outras grandes exposições de arte.

 

 

Call for papers: The São Paulo Biennial

Final submission date: October 30, 2018

 

 

From September to December 2018, the city of São Paulo will once again be possessed by the São Paulo Biennial. In its 32nd. edition, in 2016, the Bienal reached an audience of 900 thousand visitors, with free admission. With a higher audience than other major exhibitions, such as the Venice Biennale (615 thousand visitors in 2017) or Documenta in Kassel (891 thousand visitors in 2017), the São Paulo Biennial has the power to impact the city and the country in different ways.  Based on this impact and the power to influence various sectors, Trama Interdisciplinar Journal opens a call for articles on themes and research related to the São Paulo Biennial in a broad spectrum that involves politics, dissemination, economics, tourism, cultural practices, city images, architecture, among others. We also welcome comparative stud ies of curatorial approaches, educational and mediation proposals, media archeologies, and groups of artists from the various editions of the Biennial, as well as research on the São Paulo Biennial in relation to other major art exhibitions.