Qualidade do relacionamento com pessoas significativas: comparação entre grávidas adolescentes e adultas

  • Alexandra Pacheco Universidade do Minho – Portugal
  • Raquel Costa Universidade do Minho – Portugal
  • Bárbara Figueiredo Universidade do Minho – Portugal

Resumo

Na gravidez, a mulher experiencia mudanças desenvolvimentais ao nível dos seus relacionamentos significativos. Este estudo compara a qualidade do relacionamento com o companheiro e com outra figura significativa em grávidas adolescentes e adultas, e analisa preditores sócio-demográficos para a qualidade destes relacionamentos. Uma amostra de 130 grávidas (66 adolescentes e 64 adultas) foi avaliada no terceiro trimestre de gestação quanto às características sociais e demográficas e à qualidade do relacionamento com figuras significativas. Os resultados mostram que as adolescentes referem menor confiança (

 

?2 =3.365, p = 0,055) e maior discórdia (?2 = 3.842, p = 0,041) no relacionamento com o companheiro e maior sentimento de ligação (?2 = 19.126, p = 0,000) e apatia (?2 = 8.568, p = 0,004) no relacionamento com a outra figura significativa, comparativamente com as adultas. Verifica-se ainda que a gravidez na adolescência associa-se a relacionamentos de menor qualidade, especialmente devido a situações sócio-demográficas mais desfavoráveis e não tanto à condição de ser ou não adolescente.

Palavras-chave: gravidez; adolescência; idade adulta; factores de risco; relações interpessoais.

Seção
Artigos Originais