Processos morfológicos e fonológicos no português arcaico

Imperativo e sândi vocálico externo

Palavras-chave: Linguística histórica. Morfologia. Fonologia. Português arcaico. Cantigas medievais.

Resumo

O principal objetivo deste estudo é refletir acerca da importância do uso das Cantigas de Santa Maria (CSM), como corpus para o desenvolvimento de análises linguísticas referente a estudos relacionados à língua portuguesa no período arcaico. Em relação aos fenômenos morfológicos e fonológicos que envolvem acento e ritmo, é preciso considerar um corpus que os ampare. Assim, textos poéticos são pertinentes, pois há escansão, que consiste na contagem dos sons e dos versos a partir da elevação de ritmo ou tonicidade das palavras.

Biografia do Autor

Ana Carolina Cangemi, UNESP
Departamento de Linguística
Gisela Fávaro, UNESP
Departamento de Linguística
Publicado
2020-04-23
Seção
Dossiê - Morfologia