Do suplício de tântalo à gula selvagem

Evocações dos contos de Guy de Maupassant

  • Ana Luiza Reis Bedê Universidade de São Paulo

Resumo

Resumo: Nos contos de Guy de Maupassant, as descrições do almoço, jantar, ceias e piqueniques desencadeiam episódios fundamentais nas narrativas. Elas propõem, via de regra, elementos para a reflexão sobre as personagens, suas angústias, seus desejos e receios. Evocam, ainda, suas intenções ocultas e suas manobras para manipular o outro. Para além do efeito realista visado pelo autor, como, aliás, por muitos escritores da segunda metade do século XIX, tudo o que se passa “à mesa”, nas histórias do contista normando, merece um questionamento atento do leitor. Neste artigo, refletimos sobre o cálculo, a duplicidade, a constante simulação que norteiam os costumes e as atitudes de camponeses, burgueses e aristocratas a partir dos episódios envolvendo refeições. Abordaremos contos de diferentes temáticas, enfatizando, porém, os textos consagrados à Guerra Franco-Prussiana, de 1870.
Palavras-chave: Guy de Maupassant. Refeições. Contos. Descrição. Guerra Franco-Prussiana.

Biografia do Autor

Ana Luiza Reis Bedê, Universidade de São Paulo

Pós-doutora em literatura francesa USP- Paris IV

Autora de "Voltaire e as estratégias de uma mise en scène" São Paulo, Editora Fap-Unifesp, 2013.

Publicado
2020-07-23
Seção
Literatura