Identificação da multa da pobreza nos estratos rural urbano e capital do estado de Sergipe: Um estudo aplicando as idéias de Prahalad

TÁCITO AUGUSTO FARIAS, WAGNER NOBREGA, LUIZ EDUARDO NASCIMENTO FIGUEIREDO, JOSÉ HENRIQUE SANTOS RODRIGUES

Resumo


O presente artigo tem como objetivo observar a existência e as formas de atuação da multa da pobreza nos estratos Capital, Rural e Urbano do estado de Sergipe, a partir dos dados da Pesquisa de Orçamento Familiar do IBGE para os anos de 2002-2003 e 2008-2009. O conceito de multa da pobreza é oriundo do trabalho de Caplovitz (1963), e representa as barreiras ao consumo enfrentadas pelas famílias pobres ao assumirem custos maiores do que as famílias não pobres. Como meio de análise foram usados indicadores definidos por Prahalad (2005), comparando as despesas com alimentação e os diferentes grupos de despesas em geral. Para isso, foram usados os preços relativos como instrumentos. Os resultados obtidos indicam e confirmam a existência da multa da pobreza em todos os três estratos.


Texto completo:

PDF