Relação Entre Inclusão Escolar de Crianças com Paralisia Cerebral e Estresse dos Cuidadores Familiares

Conteúdo do artigo principal

Carolina Cangemi Gregorutti
Sadao Omote

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar o estresse de cuidadores de criança com paralisia cerebral (PC) e discutir a sua relação com a inclusão. Participaram 18 cuidadores familiares de crianças com PC, atendidas em serviço especializado destinado a pessoas com deficiência e regularmente matriculadas em escolas de ensino fundamental. Para a coleta de dados, utilizaram-se a forma abreviada do questionário de recursos e estresse (QRS-F) e um roteiro de entrevista com 41 perguntas. A maioria dos cuidadores familiares apresentou estresse considerado baixo. Foram encontradas correlações significantes entre alguns dos quatro fatores que compõem o estresse. Evidenciou- se uma fraca correlação positiva entre o estresse e as condições que podem favorecer a inclusão escolar das crianças com PC. Ressalta-se que a atenção a essa população pode ser uma importante parte do processo para a efetiva construção da inclusão escolar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Gregorutti, C. C., & Omote, S. (2015). Relação Entre Inclusão Escolar de Crianças com Paralisia Cerebral e Estresse dos Cuidadores Familiares. Revista Psicologia: Teoria E Prática, 17(1), 136–149. https://doi.org/10.15348/1980-6906/psicologia.v17n1p136-149
Seção
Psicologia e Educação
Biografia do Autor

Carolina Cangemi Gregorutti, Universidade Estadual Paulista - UNESP

 

Sadao Omote, Universidade Estadual Paulista - UNESP

 

Referências

Beresford, B. (1994). Resources and strategies: how parents cope with the care of a disabled child. Journal of Child Psychology and Psychiatry, 35, 171-209.

Cia, F., & Barham, E. J. (2009). Programa de intervenção para pais: impactos no desempenho acadêmico dos filhos. In D. S. Fujisawa, M. C. Marquezine, E. D. O. Tanaka, R. M. Busto, & E. J. Manzini (Orgs.). Família e educação especial (pp. 39-47). Londrina: Abpee.

Cia, F., Pamplim, R. C. O., & Williams, L. C. A. (2008). O impacto do envolvimento parental no desempenho acadêmico de crianças escolares. Psicologia em Estudo, 13(2), 251-260.

Cunha, A. M. F. V., Blascovi-Assis, S. M., & Fiamenghi, G. A., Jr. (2010). Impacto da notícia da síndrome de Down para os pais: histórias de vida. Ciência & Saúde Coletiva, 15(2), 444-451.

Dunn, J. (2004). Annotation: children’s relationships with their nonresident father. Journal of Child Psychology and Psychiatry, 45(4), 659-671.

Friedrich, W. N., Greenberg, M. T., & Crnic, K. (1983). A short-form of the questionnaire on resources and stress (A. L. R. Aiello, Trans.). American Journal of Mental Deficiency, 88(1), 41-48.

Fujisawa, D. S., Tanaka, E. D. O., Camargo, M. Z., & Sasaki, T. (2009). Mielomeningocele: o relato de mães frente ao diagnóstico e suas vivências. In D. S. Fujisawa, M. C. Marquezine, E. D. O. Tanaka, R. M. Busto, & E. J. Manzini (Orgs.). Família e educação especial (pp. 101-118). Londrina: Abpee.

Green, S. E. (2003). What do you mean “what’s wrong with her?”: stigma and the lives of families of children with disabilities. Social Science & Medicine, 57, 1361-1374.

Hiratuka, E., & Matsukura, T. S. (2009). Demanda de mães de crianças com paralisia cerebral em diferentes fases do desenvolvimento infantil. Dissertação de mestrado, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, SP, Brasil. Recuperado em 10 janeiro, 2012, de http://www.bdtd.ufscar.br/htdocs/tedeSimplificado//tde_busca/arquivo.php?cod Arquivo=247.

Hiratuka, E., Matsukura, T. S., & Pfeifer, L. L. (2010). Adaptação transcultural do Sistema de Classificação da Função Motora Grossa em Português do Brasil (GMFCS). Revista Brasileira de Fisioterapia, 14(6), 537-44.

Kanner, L. (1961). Parent counseling. In J. H. Rothstein. Mental retardation: readings and resources (pp. 453-461). New York: Holt, Rinehart and Winston. (Obra original publicada em 1956).

Lourenço, G. F., Teixeira, E. & Mendes, E. G. (2008). Algumas considerações para a escolarização de alunos com deficiência física no país: contribuições da produção científica. Anais do Congresso Brasileiro de Educação Especial, São Carlos, SP, Brasil, 3.

Matsukura, T. S., Marturano, E. M., Oishi, J., & Borasche G. (2007). Estresse e suporte social em mães de crianças com necessidades especiais. Revista Brasileira de Educação Especial, 13(3), 425-428.

Medeiros, M. M. C., Ferraz, M. B., & Quaresma, M. R. (1998). Cuidadores as “vítimas ocultas” das doenças crônicas. Revista Brasileira de Reumatologia, 38, 189-192.

Mendes, E. G. (2002). Perspectivas para a construção da escola inclusiva no Brasil. In M. S. Palhares & S. C. F. Marins (Orgs.). Escola inclusiva (pp. 61-85). São Carlos: EdUFSCar.

Oliveira, A. A. S., & Leite, L. P. (2007). Construção de um sistema educacional inclusivo: um desafio político-pedagógico. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, 15(7), 511-524.

Omote, S. (2008). Atitudes sociais em relação à inclusão e autoestima: uma relação a ser esclarecida. Anais do Congresso Brasileiro de Educação Especial, São Carlos, SP, Brasil, 3.

Omote, S. (no prelo). Família e deficiência: caracterização e funcionamento. In O. M. P. R. Rodrigues & S. R. R. L. Sigolo (Orgs.). Famílias com necessidades educacionais especiais: subsídios para a pesquisa e intervenção.

Patterson, L. L. (1956). Some pointers for professionals. In J. H. Rothstein (Ed.). Mental retardation: readings and resources (pp. 467-478). New York: Holt, Rinehart and Winston.

Ribeiro, M., Porto, C., & Vandenberghe, L. (2013). Estresse parental em famílias de crianças com paralisia cerebral: revisão integrativa. Ciência & Saúde Coletiva, 18(6), 1705-1715.

Sá, S. M. P., & Rabinovich, E. P. (2006). Compreendendo a família da criança com deficiência física. Revista Brasileira de Crescimento e Desenvolvimento Humano, 16, 68-84.

Silva, A. M., & Mendes, E. G. (2008). Família de crianças com deficiência e profissionais: componentes da parceria colaborativa na escola. Revista Brasileira de Educação Especial, 14(2), 217-234.

Sutter, G. (2007). Refletindo sobre a família-escola. Recuperado em 27 novembro, 2011, de http://www.webartigos.com.