Diáspora Lusófona em Foco

Escolas Brasileiras no Japão

  • Pedro Augusto Zambon Universidade Presbiteriana Mackenzie
Palavras-chave: Estudos Lusófonos, Nipo-brasileiro, Japão, Escolas Brasileiras

Resumo

Este artigo, cuja temática se insere no campo dos Estudos Culturais e Lusófonos, centra-se em pesquisas acerca da presença e do desenvolvimento da Língua Portuguesa no espaço nipônico. Para tanto, partiu de um levantamento bibliográfico, especialmente de elementos históricos dos diversos contatos da língua portuguesa com a realidade linguística e cultural do Japão. Paralelamente, realizou-se uma pesquisa quantitativa que revelou um número crescente de universidades que possuem centros de estudos de língua e cultura dos países lusófonos, de universidades que oferecem cursos da língua portuguesa e, ainda, a forte presença de escolas brasileiras naquele contexto.

Biografia do Autor

Pedro Augusto Zambon, Universidade Presbiteriana Mackenzie

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Referências

ADACHI, Nobuko. Japonês. Latin American Perspectives, [s.l.], v. 31, n. 3, +A1:A56o 2004. SAGE Publications. http://dx.doi.org/10.1177/0094582x04264490.

ALTERNATIVA ONLINE (Tóquio). Nippaku Yuai (Org.). Hamamatsu mantém posição de cidade com maior número de brasileiros, mostra censo. Alternativa Online. Tóquio, p. 01-01. 13 abr. 2016. Disponível em: . Acesso em: 15 dez. 2019.

ARAÚJO, Gabriel Antunes de; AIRES, Pedro (Org.). A Língua Portuguesa no Japão. São Paulo: Editora Paulistana, 2008. 90 p.

BRASIL. Embaixada do Brasil em Tóquio. Ministério das Relações Exteriores. Escolas em Processo de Homologação. 2018. Disponível em: . Acesso em: 16 dez. 2019.

BRASIL. Embaixada do Brasil em Tóquio. Ministério das Relações Exteriores. Escolas Homologadas. 2018. Disponível em: . Acesso em: 18 dez. 2019.

BRASIL. Embaixada do Brasil em Tóquio. Ministério das Relações Exteriores. Língua Portuguesa no Japão. 2018. Disponível em: < http://toquio.itamaraty.gov.br/pt-br/lingua_portuguesa_no_japao.xml>. Acesso em: 15 dez. 2019.

BRITO, Regina Helena Pires de. Língua e Identidade no Universo da Lusofonia: Aspectos de Timor-Leste e Moçambique. São Paulo: Terracota, 2013. (Coleção Lusofonia).

BRITO, Regina Helena Pires de; BASTOS, Neusa Barbosa; BRIDI, Marlise Vaz (Org.). Estudos Lusófonos: Múltiplos Olhares. São Paulo: Terracota, 2016. (Coleção Lusofonia).

COSTA, João Paulo Oliveira e (Ed.). Portugal and the Japan: The Namban Century. Lisboa: Casa da Moeda, 1993.

CRISTOVÃO, Fernando. Lusofonia. In: AMORIM, Maria Adelina; MARQUES, Maria Lúcia Garcia. Dicionário temático da lusofonia. Lisboa: Aclus, 2005.

DIAS, Maria Suzette Fernandes (Ed.). Legacies of Slavery: Comparative Perspectives. New Castle: Cambridge Scholars Publishing, 2007.

DIAS, Nilta. Dekasseguês: Um Português diferente?: Variações linguísticas e interculturalidade nas migrações contemporâneas dentro do sistema-mundo moderno. Horizontes Decoloniales, Buenos Aires, v. 1, n. 1, p.62-101, jun. 2015. Disponível em: . Acesso em: 15 dez. 2019.

FONSECA, Fernando Venâncio Peixoto da. O Português Entre as Línguas do Mundo. São Paulo: Almedina, 1985.

FRANCISCA BICHO (Portugal). Japão e governos africanos empenhados em cooperar no desenvolvimento de África. Dw: Deutsche Welle. Lisboa, p. 01-01. 06 nov. 2018. Disponível em: . Acesso em: 19 dez. 2019.

FRELLESVIG, Bjarke. A History of the Japanese Language. Cambridge: Cambridge University Press, 2010.

FUZII, Estela Okabayaski. Uma Síntese da Influência da Cultura Lusíada no Japão. Signum: Estudos da Linguagem, [s.l.], v. 7, n. 2, p.13-25, 15 dez. 2004. Disponível em: . Acesso em: 20 dez. 2019

HARADA, Kyoshi (Coord). O Nikkei no Brasil. São Paulo: Editora Atlas, 2009.

HOFFMAN, Michael. The rarely, if ever, told story of Japanese sold as slaves by Portuguese traders. 2013. Disponível em: https://www.japantimes.co.jp/culture/2013/05/26/books/the-rarely-if-ever-told-storyof-japanese-sold-as-slaves-by-portuguese-traders/#.W9-C2pNKiUl>. Acesso em: 18 dez. 2019.

LESSER, Jeffrey. A negociação da identidade nacional. Imigrantes, minorias e a luta pela etnicidade no Brasil. Tradução de Patrícia de Queiroz Carvalho Zimbres. São Paulo: Editora Unesp,2000.

LIMA, Diógenes Cândido de. Alternância de código lingüístico no cotidiano de um lar.Trab. linguist. apl., Campinas, v. 46, n. 2, p. 233-245, Dec. 2007. Disponivel em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010318132007000200007&lng=en&nrm=iso>. acessado em 15 Dez. 2019.

MARQUES, Inês Patrícia da Silva Matos Serras. O Espaço do Português no Japão: Presença, evolução e futuro da Língua Portuguesa no Estado Nipónico. 2017. 74 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Mestrado em Português Como Língua Segunda e Estrangeira, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, 2017.

MORAN, J.F. The Japanese and The Jesuits: Alessandro Valignano in Sixteenth Century Japan. Londres: Routledge, 1993.

NELSON, Thomas. Slavery in Medieval Japan. Monumenta Nipponica, Toquio, v. 59, n. 4, p.463-492, nov. 2004. Disponível em: . Acesso em: 06 out. 2018.

PORTUGAL. Embaixada de Portugal em Tóquio. Ministério dos Negócios Estrangeiros. Português no Japão. 2016. Disponível em: . Acesso em: 06 nov. 2019.

PRIBERAM INFORMÁTICA. Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Lisboa, Portugal: Priberam Informática, 2008-2013. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2019.

RETO, Luis; ESPERANÇA, José Paulo; MACHADO, Fernando Luís. Novo Atlas da Língua Portuguesa. Lisboa: Incm - Imprensa Nacional Casa da Moeda, 2018.

ROCHA, Íris Daniela Andrade Amaral. Português Para Alunos Japoneses: Propostas Didáticas. 2013. 60 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Mestrado em Português Como Língua Segunda e Estrangeira, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, 2013. Disponível em: . Acesso em: 20 nov. 2019.

ROSA, Edison. Encontrando o Equilíbrio Entre Gramática, Comunicação e Cultura no
Ensino do Português. In: THE JAPAN ASSOCIATION FOR LANGUAGE TEACHING, 2., 2002, Shizuoka. Anais JALT 2002 . Shizuoka: Jalt, 2002. p. 295 - 300. Disponível em: . Acesso em: 06 nov. 2019.

ROSANA TREVISAN (Ed.). Michaelis: Português. São Paulo: Editora Melhoramento, 2015. Disponível em: Acesso em: 06 Dez. 2019.

SAKURAI, Célia. Romanceiro da imigração japonesa. São Paulo: Editora Sumaré, 1993.

SASAKI, Koji. 2008. “Between Emigration and Immigration: Japanese Emigrants to Brazil and Their Descendants in Japan”. In Transnational Migration in East Asia – Senri Ethnological Reports 77, pp. 53-66. Osaka: National Museum of Ethnology.

TSUDA, Takeyuki. The Permanence of "Temporary" Migration: The "Structural Embeddedness" of Japanese-Brazilian Immigrant Workers in Japan. The Journal Of Asian Studies, [s.l.], v. 58, n. 3, p.687-722, ago. 1999. Cambridge University Press
(CUP). http://dx.doi.org/10.2307/2659116. Disponível em: . Acesso em: 15 Dez. 2019.

WEINER, Michael (Ed.). Race, Ethnicity and Migration in Modern Japan: Imagined and Imaginary Minorities. London: Routledge Curzon, 2004. Disponível em:
. Acesso em: 06 Dez. 2019.

WILSON, Tamar Diana. Introduction. Latin American Perspectives, [s.l.], v. 31, n. 3, p.3-17, maio 2004. SAGE Publications. http://dx.doi.org/10.1177/0094582x04264494.

YAMASHIRO, José. Choque Luso no Japão dos Séculos XVI e XVII. São Paulo: Ibrasa, 1989.

YANAZE, Mitsuru Higuchi. O Mercado "Dekassegui" Brasileiro no Japão. In: PELLEGRINI FILHO, Américo; YANAZE, Mitsuru Higuchi. Encontros Culturais Portugal - Japão - Brasil. Barueri: Manole, 2002. Cap. 11. p. 123-142.
Publicado
2020-07-07
Como Citar
Augusto Zambon, P. (2020). Diáspora Lusófona em Foco. Cadernos De Pós-Graduação Em Letras, 20(1), 122-138. Recuperado de http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/cpgl/article/view/13083