Dialogismo, interdiscurso e heterogeneidade constitutiva na carta testamento de Getúlio Vargas

Palavras-chave: Análise do Discurso, Dialogismo, Heterogeneidade

Resumo

Nosso objetivo é observar como as categorias dialogismo e interdiscurso operam na produção de sentido na carta testamento de Vargas (Rio de Janeiro, datada de 23/08/1954). e, também analisar como a heterogeneidade constitutiva está implícita em seu discurso. Nossa hipótese é que estão presentes duas formações discursivas em diálogo, a saber, política e religiosa, trabalhando para construção de um mito de Getúlio Vargas como um messias histórico. Consideramos as noções de dialogismo em Bakhtin (2016) e interdiscurso segundo Maingueneau (1997), seguido de um exame breve do conceito de heterogeneidade  de semântica do discurso em Maingueneau (1997) e Authier Revuz (1990)

Referências

BAKHTIN, Mikhail. Os gêneros do discurso, Organização, tradução posfácio e notas Paulo Bezerra. São Paulo; Editora 34. 2016.

BÍBLIA SAGRADA. NVI https://www.bibliaonline.com.br. Acesso 05.05.2019

BRANDÃO, H. N Helena. Introdução à análise do discurso. 3° Ed, Campinas, Editora Unicamp, 2012.

GREGOLIN, Maria do Rosário Valencise. A análise do discurso: conceitos e aplicações Revista Alfa, n. 39: p. 13-21,1995. Editora Unesp. Disponível em file:///C:/Users/User/Downloads/294-35-PB.pdf. Acesso 15.05.2019

MAINGUENEAU. Dominique. Novas Tendências em análise do discurso. Campinas, Pontes Editores, 1997.

ORLANDI. Eni. Análise do Discurso princípio e métodos. Ed Contexto, 2009.

PÊCHEUX. M. Apresentação da AAD In: GADET ,F.,HAK ,H.Por uma análise automática do discurso (Uma introdução à obra de Michel Pêcheux).Campinas:Pontes ,1990.

POSSENTI, Sirío. Observações sobre interdiscurso. Revista Letras, Curitiba, n. 61, especial, p. 253-269, 2003. Editora UFPR Disponivel em https://revistas.ufpr.br/letras/article/view/2890. Acesso em 05.05.2019

REVUZ. Authier J. Heterogeneidades enunciativas, Caderno de estudos linguísticos, Campinas; v 19, pgs 25 - 42, Jul - Dez 1990. Disponivel em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cel/article/view/8636824. Acesso em 28.05.2019

VERISSIMO. Carmen Mora. Heterogeneidade constitutiva e heterogeneidade marcada:uma análise da obra 1822 de Laurentino Gomes. 2016. Dissertação de Mestrado;Universidade Presbiteriana Mackenzie; São Paulo, 2016
Publicado
2020-07-07
Como Citar
Oliveira, F. de. (2020). Dialogismo, interdiscurso e heterogeneidade constitutiva na carta testamento de Getúlio Vargas. Cadernos De Pós-Graduação Em Letras, 20(1), 204-216. Recuperado de http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/cpgl/article/view/13061