O fantástico em Todorov de um ponto de vista benjaminiano

  • Naiara Martins Barrozo Programa de Pós-graduação em Letras da UERJ
Palavras-chave: Fantástico, Benjamin, Todorov

Resumo

Como afirma Todorov (2017, p. 166) em Introdução à literatura fantástica, o fantástico “se fundamenta essencialmente numa hesitação do leitor – um leitor que se identifica com a personagem principal – quanto à natureza de um acontecimento estranho”. O objetivo deste artigo é observar como esse conceito apresentado pelo pensador búlgaro pode se articular com a concepção de crítica de arte exposta por Benjamin (2010a) em “As afinidades eletivas de Goethe”. Gostaria de pensar até que ponto o instante de hesitação quanto à natureza de um acontecimento estranho, essencial para a existência do fantástico, pode ser fundamental também para possibilitar a existência da crítica de uma obra específica.

Biografia do Autor

Naiara Martins Barrozo, Programa de Pós-graduação em Letras da UERJ

Doutoranda em Teoria da Literatura e Literatura Comparada no PPGL- UERJ, mestre em Filosofia (PFI- UFF), bacharel em Filosofia (UFF), bacharel em Letras (UERJ). Bolsista CNPq.

Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL), Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Referências

BENJAMIN, W. As afinidades eletivas de Goethe. In: BENJAMIN, W. Ensaios reunidos: escritos sobre Goethe. São Paulo: Editora 34, 2010a.

BENJAMIN, W. Ensaios reunidos: escritos sobre Goethe. São Paulo: Editora 34, 2010b.

BENJAMIN, W. A tarefa do tradutor. In: BENJAMIN, W. Escritos sobre mito e linguagem. São Paulo: Editora 34, 2011.

BENJAMIN, W. Treze teses contra esnobes. In: BENJAMIN, W. Obras escolhidas III: rua de mão única. São Paulo: Editora Brasiliense, 2009. p. 32.

GAGNEBIN, J. M. Comentário filológico e crítica materialista. Ensaios sobre Walter Benjamin. In: GAGNEBIN, J. M. Limiar, aura e rememoração. São Paulo: Editora 34, 2014.

GATTI, L. Constelações: crítica e verdade em Benjamin e Adorno. São Paulo: Loyola, 2009.

TODOROV, T. Introduction à la littérature fantastique. Paris: Editions du Seuil, 1970.

TODOROV, T. Introdução à literatura fantástica. São Paulo: Perspectiva, 2017.

Publicado
2019-12-19
Como Citar
Barrozo, N. M. (2019). O fantástico em Todorov de um ponto de vista benjaminiano. Cadernos De Pós-Graduação Em Letras, 19(3), 228-239. Recuperado de http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/cpgl/article/view/12759