As expressões idiomáticas em livros didáticos de espanhol como língua estrangeira

  • Jacqueline Vaccaro Teer Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Cleci Regina Bevilacqua Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Resumo

Neste artigo, apresentamos os resultados de pesquisa desenvolvida em relação a Livros Didáticos de espanhol como língua estrangeira para o Ensino Médio acerca da presença e uso de fraseologia. Analisou-se uma das coleções adotadas pelo Programa Nacional do Livro Didático para verificar como são apresentadas as Expressões Idiomáticas (EIs) e de que forma são trabalhadas. A partir da análise, foram identificadas apenas sete EIs apresentadas em uma sequência que não reflete seu grau de dificuldade para o aluno. Tais dados sugerem que a coleção Enlaces não tem a intenção de trabalhar com EIs.

Biografia do Autor

Jacqueline Vaccaro Teer, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Doutoranda e mestre em Linguística pelo Programa de Pós-Graduação em Letras da UFRGS; docente da rede municipal de ensino de Porto Alegre.
Cleci Regina Bevilacqua, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Doutora em Linguística Aplicada pelo Instituto Universitário de Linguística Aplicada, Universidade Pompeu Fabra, Barcelona. Possui pós-doutorado realizado junto ao Grupo de Terminologia e Organização do Conhecimento (GTERM), Universidade de la República (Uruguai). Professora associada do Departamento de Línguas Modernas do Instituto de Letras e do Programa de Pós-Graduação em Letras - linha de pesquisa Lexicografia, Terminologia e Tradução: relações textuais - da UFRGS. Atua nas áreas de Ensino e Tradução de Língua Espanhola, Terminologia e Lexicografia. 

Referências

BAPTISTA, L. M. T. R. Tratándose de expresiones idiomáticas, ¡no te rompas la cabeza ni busques cinco pies al gato!. RedELE – Revista Electrónica de Didáctica/ Español Lengua Extranjera, n. 6, 2006. Disponível em:

<http://www.educacion.gob.es/dctm/redele/Material- RedEle/Revista/2006_06/2006_redELE_6_04Baptista.pdf?documentId=0901e72b80 df9. f3c>. Acesso em: 13 fev. 2018.

BINON, Jean; VERLINDE, Serge. A contribuição da lexicografia pedagógica à aprendizagem e ao ensino de uma língua estrangeira ou segunda. In: LEFFA, Vilson J. (Org.). As palavras e sua companhia: o léxico na aprendizagem. Pelotas: Educat, 2000, p. 95 - 118.

BRASIL. Lei Federal Nº 11.161/2005.Brasília: 2005.

______. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Secretaria de Educação Básica. Guia de livros didáticos : PNLD 2012: língua estrangeira moderna : ensino médio. 2012.

LUGO MIRÓN, Susana. Algunas consideraciones sobre enseñanza-aprendizaje de la fraseología española con estudiantes griegos. In: Les expressions figées en didactique des langues étrangères. E.M.E: Bélgica, 2007, p. 85 – 102.

OSMAN et al. Enlaces: español para jóvenes brasileños, 2 ed. São Paulo: Macmillan, 2010a. v. 1.

OSMAN et al. Enlaces: español para jóvenes brasileños, 2 ed. São Paulo: Macmillan, 2010b. v. 2.

OSMAN et al. Enlaces: español para jóvenes brasileños, 2 ed. São Paulo: Macmillan, 2010c. v. 3.

SOLANO RODRÍGUEZ, María Ángeles. El papel de la conciencia fraseológica en la

enseñanza y aprendizaje de una lengua extranjera. In: Les expressions figées en didactique des langues étrangères. E.M.E: Bélgica, 2007, p. 201 – 221.

TAGNIN, Stella Ortwiler. O jeito que a gente diz: combinações consagradas em inglês e português. Barueri: DISAL, 2013.

XATARA, C. M. O ensino do léxico: as expressões idiomáticas. In: Trabalhos em Linguística Aplicada Campinas. Campinas: IEL-UNICAMP, janeiro-julho, 2001.

Publicado
2018-08-31
Como Citar
Teer, J. V., & Bevilacqua, C. R. (2018). As expressões idiomáticas em livros didáticos de espanhol como língua estrangeira. Cadernos De Pós-Graduação Em Letras, 18(2). Recuperado de http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/cpgl/article/view/11346