A costura do lar em Coser y cantar, de Dolores Prida, ou um ensaio para uma cena mestiça

Felipe Vieira Valentim

Resumo


Este trabalho tem por objetivo analisar a hibridização da cena teatral, no contexto intercultural, como proposta pela dramaturgia Coser y cantar, da cubanoamericana Dolores Prida. Ao longo do texto, ideias de "cartografia", "mestiçagem cultural", "lar" e "diáspora" são apresentadas e desenvolvidas conforme as necessidades da análise dramatúrgica. Percebe-se um projeto cartográfico no qual se apresenta o mapeamento de si de forma não-linear e fragmentária. Nossa conclusão indica a cena teatral como um espaço imaginado para ressignificar fronteiras; um espaço colocado como a manifestação de um "lar".

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.