MOÇAMBIQUE: DIVERSIDADE CULTURAL E LINGUÍSTICA

Maria Inês Francisca Ciriaco

Resumo


Esse texto, ainda que breve, nos permitirá expandir o entendimento acerca da tessitura multicultural e multilinguística de Moçambique, bem como suas implicações na estruturação da sociedade e seus reflexos na contemporaneidade. Assim sendo, o presente artigo tem por objetivo apresentar aspectos culturais e linguísticos de Moçambique, com o intuito de melhor compreender o processo de inserção do país no denominado espaço lusófono. Desse modo, voltamos nosso olhar para os mais de quatro séculos e meio da presença portuguesa na África e, especificamente, para Moçambique, país dotado de imensa riqueza cultural e linguística, mas, também arraigado às tradições ancestrais. Para tanto, situamos nossas reflexões no âmbito dos Estudos Lusófonos e tomamos como referencial teórico as linguistas Regina Helena Pires de Brito e Neusa Barbosa Bastos. Nos baseamos também no pesquisador Eduardo Lourenço, cujas ideias permitem que tenhamos uma visão maior sobre questões culturais e linguísticas decorrentes da colonização portuguesa na África.

Palavras-chave: lusofonia, Moçambique, cultura, língua portuguesa.


Texto completo:

PDF

Referências


ABDALA JUNIOR, Benjamin. Literatura, história e política: literaturas de língua portuguesa no século XX. São Paulo: Ateliê Editorial, 2007.

BRITO, Regina Pires de. Sobre o conceito de lusofonia. In: Seminário do Gel, 56, 2008, São José do Rio Preto (SP): GEL. 2008. Disponível em: http://www.gel.org.br/?resumo=4434-08. Acesso em 25/02/2017.

______. Temas para a compreensão do atual quadro linguístico de Timor-Leste. Ciências & Letras, Porto Alegre, FAPA, n. 48, p. 175-194, jul/dez. 2010.

______. Língua e identidade no universo da lusofonia: aspectos de Timor-Leste e Moçambique. São Paulo: Terracota, 2013a. (Coleção Lusofonia)

______ Sobre Lusofonia. Verbum, n.5, São Paulo, PUCSP, 2013b. p. 4-15.

______; BASTOS, Neusa Maria Oliveira Barbosa; HANNA, Vera Lucia Harabagi. Políticas de língua e lusofonia: aspectos culturais e ideológicos. In: Anuário Internacional de Comunicação Lusófona. Lisboa, 2010, p. 160.

______; BASTOS, Neusa Barbosa. Dimensão semântica e perspectivas do real: comentários em torno do conceito de lusofonia. In: SOUZA Helena.; MARTINS, Moisés de Lemos. (Orgs.) Comunicação e Lusofonia. Porto: Campo das Letras, 2006, p. 65-77.

CANCLINI, Néstor García. Culturas híbridas: Estratégias para entrar e sair da modernidade. (Tradução de Heloísa Pezza Cintrão e Ana Regina Lessa; tradução da introdução Gênese Andrade). São Paulo: EDUSP, 2013.

CHR. MICHELSEN INSTITUTE (CMI). Não fica bem que uma mulher seja chefe quando existem homens. In: Género e Pobreza no Sul de Moçambique. Inge Tvedten (CMI) Margarida Paulo (Cruzeiro do Sul) Minna Tuominen (Austral Cowi), v. 9, nº 6, R 2010: 7. Disponível em: http://www.cmi.no/publications/file/3780-no-fica-bem-que-uma-mulher-seja-chefe-quando.pdf.Acesso em 26/02/2017.

COUTO, Mia. A experiência portuguesa, no âmbito dos 50 anos da RTP. In: BASTOS, Neusa. Barbosa; BRITO, Regina Helena Pires de; HANNA, Vera Lúcia Harabagi. Políticas de língua e lusofonia: aspectos culturais e ideológicos. Anuário Internacional de Comunicação Lusófona. Lisboa, 2010.

FERREIRA, Manuel. O discurso no percurso africano I (Contribuição para uma estética africana). Lisboa: Plátano, s.d.

LOURENÇO, Eduardo. A nau de Ícaro e imagem e miragem na lusofonia. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

MARTINS, Moisés de Lemos. Lusofonia e luso-tropicalismo: equívocos e possibilidades de dois conceitos hiper-identitários. In: BASTOS, Neusa Barbosa (Org.). Língua portuguesa: reflexões lusófonas. São Paulo: EDUC, 2006, p. 50.

MATA, Inocência. O pós-colonial nas literaturas africanas de língua portuguesa. In: X Congresso Internacional da ALADAA (Associação Latino-Americana de Estudos de Ásia e África) sobre CULTURA, PODER E TECNOLOGIA: África e Ásia face à Globalização – Universidade Cândido Mendes, Rio de Janeiro – 26 a 29 de outubro de 2000.

NAMBURETE, Eduardo. Língua e lusofonia: a identidade dos que não falam português. In: BASTOS, Neusa Barbosa (Org.). Língua portuguesa: reflexões lusófonas. São Paulo: EDUC, 2006, p. 63-74.

PORTUGAL, Francisco Salinas. Entre Próspero e Caliban: literaturas africanas de língua portuguesa. Santiago de Compostela / Galiza / U.E. Edicións Laiovento, 1999.

www.infopedia.pt/$portugal-e-a-primeira-guerra-mundial. Acesso em 25/02/2017.

www.malhanga.com. Cultura moçambicana – Povos de Moçambique. Acesso em 23/02/2017.

www.rtp.pt/programa/tv/p3933/e6. Portugal e a Segunda Guerra Mundial (1940-1946) – Crónica do Século. (I) Episódio 6 de 13. Acesso em 30/02/2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.