AVALIAÇÃO DE UM PROJETO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DE PRÁTICA DE CAMINHADA E ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL PARA MULHERES OBESAS

Cristiano de Souza Oliveira, Bruno José de Queiroz Brito, Teresa Maria Bianchini de Quadros, Alex Pinheiro Gordia, Francisco Teixeira Coelho

Resumo


Analisaram-se os efeitos de um programa de 12 semanas de prática de caminhada e orientação nutricional sobre mudanças em indicadores de gordura corporal de participantes do projeto de extensão universitária “Caminhando com Saúde”. Avaliaram-se 27 mulheres obesas com média de idade de 66,8 (DP = 9,7) anos. Medidas antropométricas foram realizadas pré e pos-intervenção e comparadas pelo teste t pareado (p < 0,05). Houve diminuição do valor médio de todos os indicadores de gordura analisados, porém apenas para a dobra cutânea subescapular a diferença foi significativa (p < 0,05). Conclui-se que a prática da caminhada, realizada três vezes por semana durante um período de 12 semanas, aliada à orientação nutricional, foi eficaz para diminuir a dobra cutânea subescapular em mulheres obesas.

Palavras-chave: caminhada; dieta; obesidade.


Texto completo:

PDF