A Arquitetura do Escritório Forte Gandolfi 1962-1973.

Michelle Schneider Santos

Resumo


A circulação de jovens arquitetos constituiu um vetor de expansão de novas ideias no Brasil em meados do século XX, o que impulsionou o aparecimento de importantes obras modernas. A partir da década de 1960, a capital do Estado do Paraná, Curitiba, foi também “permeada” por arquitetos originários de várias regiões; com destaque para um grupo de egressos da Universidade Mackenzie, em São Paulo, que percebeu uma oportunidade única e buscou ali o reconhecimento do meio intelectual e arquitetônico, especialmente mediante a participação em concursos de arquitetura. Luiz Forte Netto, José Maria Gandolfi e Roberto Luis Gandolfi tiveram um importante papel no cenário arquitetônico paranaense, em especial durante sua sociedade no Escritório Forte Gandolfi, que se consolida em Curitiba a partir de 1962. Esta pesquisa busca analisar a produção arquitetônica do Escritório Forte Gandolfi (1962-1973) e pretende mostrar a contribuição dos arquitetos e de suas obras na ampliação do panorama da arquitetura moderna brasileira desse período.

Palavras-chave


architecture and urban, modern architecture in Parana, brutalist architecture

Texto completo:

Resumo em PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Cadernos de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo