Dimensões da Inovação Social e os Papeis do Ator Organizacional: A Proposição de um Framework

  • Suzanne Érica Nobrega Correia Universidade Federal de Campina Grande
  • Veronica Macario de Oliveira Universidade Federal de Campina Grande
  • Carla Regina Pasa Gomez Univeridade Federal de Permanbuco
Palavras-chave: Inovação social. Atores organizacionais. Necessidades sociais e processo. Ganhos e respostas sociais. Caráter inovador.

Resumo

Objetivo: Propor um framework que envolve dimensões de análise e seus respectivos papeis do ator organizacional nas iniciativas de inovação social.

Originalidade/Lacuna/Relevância/Implicações: Houve o desafio de delinear o framework dentro de um contexto brasileiro, contribuindo como instrumento para tomada de decisão do ator organizacional, ajudando-o a uma melhor compreensão das iniciativas de inovação social que coordena, bem como caracterizar os papéis que devem desenvolver para uma melhor promoção e divulgação das inovações sociais implementadas.

Principais aspectos metodológicos: Realizou-se um estudo de natureza qualitativa e teve como caso a rede formada por organizações da sociedade civil que atuam na gestão de inovações sociais – ASA. A seleção das ONG´s vinculadas a ASA que atuam nos estados da Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte foram consideradas como unidades de análise do caso investigado. A Análise de Conteúdo foi adotada para o tratamento dos dados, apoiada pelo uso do software Atlas.Ti.

Síntese dos principais resultados: O ator organizacional tem um papel destacado nas iniciativas de inovação social, como representante legítimo dos interesses da sociedade na articulação de iniciativas bottom-up (atores); na identificação das necessidades sociais não satisfeitas (necessidades sociais); gerenciador das relações sociais, especialmente no que diz respeito à governança e participação (processo); e estimulador dos ganhos sociais causados na comunidade (ganhos e respostas sociais).

Principais considerações/conclusões: Os papéis apontados permite um mapeamento das ações do ator organizacional, auxiliando-o nos trabalhos de planejamento, implementação e difusão de iniciativas sociais, resultando em um modelo que possibilita operacionalizar o conceito e propiciar análise do fenômeno.

Biografia do Autor

Suzanne Érica Nobrega Correia, Universidade Federal de Campina Grande

Professora do Departamento de Administração e Contabilidade da UFCG

Doutoranda do Programa de Pós Graduação em Administração da UFPE

Veronica Macario de Oliveira, Universidade Federal de Campina Grande
Doutora em Administração pelo PROPAD/UFPE, Professora Adjunto I da Univerisdade Federal de Campina Grande, da Unidade Acadêmica de Administração e Contabilidade. Líder do NIEGS - Núcleo Interdisciplinar de Estudos em Gestão Socioambiental
Carla Regina Pasa Gomez, Univeridade Federal de Permanbuco
Doutora do Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal de Pernambuco. Professora do Departamento de Administração.
Publicado
2017-01-18