ENTRE A AVENTURA E O RISCO: FORMAÇÃO E ATUAÇÃO PROFISSIONAL DE INSTRUTORES DE ESPORTE DE AVENTURA NO ESTADO DE MINAS GERAIS

Jairo Antônio Paixão

Resumo


O estudo teve como objetivo investigar o perfil antropométrico de atletas catarinenses de ginástica rítmica. Participaram 59 atletas, vinculadas à Federação de Ginástica de Santa Catarina, com idade média de 11,2 anos. Coletaram-se dados referentes à massa corporal, estatura e estatura tronco-encefalica, os quais foram analisados e convertidos, segundo os padrões propostos por Vankov (1983) e pela World Health Organization (Organização Mundial de Saúde – WHO, 2010). Os resultados indicaram conformidade de 62,71% das atletas com o perfil exigido. Além disso, 86,44% apresentaram estado nutricional de eutrofia. Os perfis encontrados tendem a ser favoráveis por traduzirem o biótipo ideal da modalidade e, aparentemente, afastarem a existência de distúrbios alimentares entre as atletas.

Palavras-chave: ginástica rítmica; estado nutricional; iniciação esportiva


Texto completo:

PDF