Finanças Funcionais: a opção não debatida

Guilherme da Rocha Bezerra Costa, Eduardo Strachman

Resumo


No presente trabalho, o emprego será estudado, sobretudo, através da contribuição de Abba P. Lerner (1903-1982), através do ferramental das Finanças Funcionais. Para tal, será fundamentada a teoria das Finanças Funcionais, principalmente a partir da análise das variáveis que alicerçam o modelo (Emprego, Gastos Governamentais, Consumo, Renda, Investimento e Taxas de Juros). Concluir-se-á que o perfeito funcionamento das Finanças Funcionais, em conjunto com o desejo político para isso, pode levar a economia a um maior volume de emprego, até mesmo ao pleno emprego.


Texto completo:

PDF