Fisioterapia aquática no desenvolvimento motor grosso de lactente prematuro com malformações congênitas de membros superiores

relato de caso

  • Kaitiana Martins da Silva Universidade Federal de São Paulo
  • Carla Borges Fleuri Gill Associação de Assistência à Criança Deficiente
  • Douglas Martins Braga Associação de Assistência à Criança Deficiente
Palavras-chave: hidroterapia, intervenção precoce, anormalidade congênitas

Resumo

Introdução: As malformações congênitas de membros superiores podem estar associadas a atraso no desenvolvimento neuropsicomotor. Sabe-se que os primeiros anos de vida são caracterizados por importantes aquisições do desenvolvimento infantil. Este período é considerado crucial, devido maior plasticidade cerebral, com aumento das redes neurais e consequentemente potencializando ganhos de desenvolvimento. Diante dessas características surge a importância da intervenção o mais precoce possível Objetivo: Verificar a influência da fisioterapia aquática funcional no desenvolvimento motor grosso de um lactente com diagnóstico clínico de malformação dos ossos do carpo (bilateral). Método: Trata-se de um relato de caso desenvolvido no setor de fisioterapia aquática da Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) – Unidade Ibirapuera. Participou deste estudo um paciente do sexo masculino com 2 meses e 23 dias de idade corrigida, com diagnóstico médico de malformação dos ossos do carpo bilateral e atraso no desenvolvimento neuropsicomotor. Foram realizadas avaliações, pré e pós 8 sessões de atendimentos através da Alberta Infant Motor Scale (AIMS). O protocolo foi definido com enfoque no estímulo do desenvolvimento neuropsicomotor. Resultados: Foi possível observar aumento de 12 pontos no escore bruto da AIMS, passando de 6 para 18, e melhora no percentil. Antes da intervenção foi verificado percentil 5, e após a intervenção, percentil 50. Conclusão: Este estudo demonstra que para este paciente a fisioterapia aquática funcional pode influenciar de forma positiva no desenvolvimento motor grosso.

Referências

1- Kozin SH. Upper-extremity congenital anomalies. J Bone Joint Surg Am. 2003;85(8):1564-76. DOI: 10.2106/00004623-200308000-00021


2 - Chung MS. Congenital differences of the upper extremity: classification and treatment principles. Clin Orthop Surg. 2011;3(3):172-7. DOI: 10.4055/cios.2011.3.3.172.


3 - Kozin SH. Congenital disorders: classification and diagnosis. In: Berger RA, Weiss AP, editors. Hand surgery. Philadelphia: Lippincott Williams & Williams. 2004:1405-23.


4 - Papalia DE, Olds SW, Feldman RT. Desenvolvimento Humano. Porto Alegre: Artmed, 2006.

5 - Gabbard C. Early Movement Experiences and Brain Development. Presentation conducted at the American Alliance for Health.1998.

6 - Formiga CKMR, Pedrazzani ES, Tudella E. Intervenção precoce com bebês de risco. Atheneu, São Paulo, 2010.

7 - Teixeira-Arroyo C, Oliveira, SRG. Atividade aquática e a psicomotricidade de crianças com paralisia cerebral. Motriz rev. educ. fís. 2007; 13(2): 97-105.

8 - Caromano FA, Kuga LS, Passarella J, Sá CSC. Efeitos fisiológicos de sessão de hidroterapia em crianças portadoras de Distrofia Muscular de Duchenne. Rev. Fisioter. Univ. São Paulo. 1998;5(1):49-55.

9 - Toble AM, Basso RP, Lacerda AC, Pereira K, Regueiro EMG. Hidrocinesioterapia no tratamento fisioterapêutico de um lactente com Síndrome de Down: estudo de caso. Fisioter. Mov. 2013;26(1):231-238. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-51502013000100025.

10 - Cole A, Becker B. Comprehensive aquatic therapy. 2nd ed. Philadelphia: Elsevier; 2004.

11 - Kelly M, Darrah J. Aquatic exercise for children with cerebral palsy. Dev Med Child Neurol, 2005; 47(12):838-842. DOI: 10.1017/S0012162205001775

12 - Valentini NC, Saccani R. Brazilian validation of the Alberta Infant Motor Scale. Physical Therapy. 2012;92(3): 440-447. https://doi.org/10.2522/ptj.20110036

13- Silva JB, Branco FR. Fisioterapia Aquática Funcional. 2011; Artes Médicas, São Paulo.

14 - Carvalho DR, Braga EM, Lochini AF, Probst VS, Pitta F, Felcar JM. Avaliação da capacidade funcional de exercício no ambiente aquático. Fisioterapia e Pesquisa, 2015;22(.4):355 – 362. DOI: 10.590/1809-2950/13881622042015

15 - Carregaro RL, Toledo AM. Efeitos fisiológicos e evidências científicas da eficácia da fisioterapia aquática. Rev Movimenta. 2008;1(1):23-7.
Publicado
2020-07-16
Como Citar
Martins da Silva, K., Borges Fleuri Gill, C., & Martins Braga, D. (2020). Fisioterapia aquática no desenvolvimento motor grosso de lactente prematuro com malformações congênitas de membros superiores. Cadernos De Pós-Graduação Em Distúrbios Do Desenvolvimento, 20(1). Recuperado de http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/cpgdd/article/view/12973
Seção
Artigos