Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista.
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word.
  • DOI está presente nas referências e foram informadas quando possível.
  • O texto está conforme as normas da ABNT m espaço simples, na fonte Times New Roman, com corpo 12, sem exceder o número de páginas em relação ao tipo de artigo. As figuras e tabelas estão inseridas no texto, de modo editáveis.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  • Envio da carta de direitos autorais assinada por todos os autores.

Diretrizes para Autores

A Revista “Cadernos de Pós-Graduação em Distúrbios do Desenvolvimento” (ISSN 1809-4139) é um periódico científico do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS) da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM), que publica artigos originais, cujo objeto básico de estudo refere-se aos eixos: neurociência básica experimental e clínica, educação, atenção à saúde e participação social, individual e coletiva, de pessoas com distúrbios/deficiências e  aplicação da tecnologia para diagnóstico e intervenção nos distúrbios/deficiências.

Periodicidade

A Revista “Cadernos de Pós-Graduação em Distúrbios do Desenvolvimento” tem periodicidade bimestral.  

Os “Cadernos de Pós-Graduação em Distúrbios do Desenvolvimento” publicam os seguintes tipos de estudo, os quais devem manter vinculação com o escopo da revista.

Artigo Original

Texto resultante de pesquisa, de natureza teórica e/ou empírica.

Artigo de Revisão de Literatura

Estudos que realizam análise e/ou síntese da literatura de tema relacionado ao escopo e áreas de revista. Serão aceitas revisões integrativas e revisões sistemáticas. Os artigos de revisão sistemática devem aderir às diretrizes PRISMA, e os autores deverão incluir uma lista de verificação PRISMA preenchida. Os autores deverão registrar suas revisões sistemáticas no PROSPERO ou em outro registro para revisões sistemáticas. O número de registro deve ser informado no artigo.

Relato de Experiência ou Estudo de Caso

Material referente a experiências profissionais, relacionadas a indivíduos, grupos e/ou comunidades, decorrentes de intervenções que tragam contribuição para a reflexão sobre a prática em distúrbios do desenvolvimento. 

 Resenha de Livro

Apresentação e crítica de livro que possa orientar o leitor quanto às suas características e usos potenciais; constituindo um resumo comentado, com opiniões que possam dar uma visão geral da obra.

 Carta ao Editor

Avaliação crítica de conteúdo publicado na “Cadernos de Pós-Graduação em Distúrbios do Desenvolvimento” ou resposta de autores a crítica formulada a artigo de sua autoria.

Processo de Avaliação pelos Pares

Adota-se o processo de revisão por pares double-blind review (anônimo para os revisores e para os autores). Os textos submetidos on-line pelo sistema OJS serão previamente averiguados quanto a pertinência da submissão ao escopo da revista, relevância e originalidade do tema, bem como a adequação e profundidade da abordagem teórico-metodológica utilizada, cumprimento das diretrizes éticas, conflitos de interesse e plagiarismo. Apenas textos aprovados nesta etapa serão encaminhados para avaliação de mérito por dois revisores ad hoc, os quais deverão emitir, no prazo de 20 dias, um parecer com a análise do texto e com a indicação de revisão, aceite ou não recomendação para publicação, segundo os critérios de relevância do conteúdo, consistência argumentativa, coerência teórica e metodológica, adequação estrutural e contribuições para o avanço do conhecimento na área.

Os textos que entrarem na etapa de avaliação por pares, após o processo de revisão, serão encaminhados aos autores com a decisão editorial, indicando revisões requeridas e/ou decisão final de aceite e/ou recusa. No caso de revisões requeridas, os textos serão devolvidos aos autores para adequações.

O Editor-Chefe é o responsável pela comunicação com os Editores Associados e com os revisores ad hoc, quando necessário, cabendo-lhes a decisão final sobre cada submissão feita ao periódico.

Cumprida a etapa de análise pelos revisores ad hoc e Editores Associados, o Editor-Chefe emitirá o parecer final e que será expresso da seguinte maneira:

  1. Aceito para Publicação: O trabalho é aceito integralmente para publicação em um dos próximos números da revista, segundo critério cronológico de conclusão do processo de análise.
  2. Revisões Requeridas: As modificações deverão ser realizadas pelo(s) autor(es), que receberão o parecer com as referidas recomendações, devolvendo o trabalho reformulado no prazo estipulado e com as alterações realizadas marcadas em cor distinta para conferência. O artigo será reencaminhado aos revisores ad hoc, após a adequação pelo autor, para nova análise, podendo vir a ser aceito ou recusado.
  3. Recusado: Recusa da publicação, com a devida justificativa dada pelo Editor-Chefe, tomando como referência a análise de cada um dos revisores ad hoc, a qual é repassada aos autores, preservando-se a identidade dos revisores.

Todos os pareceres elaborados serão de conhecimento dos autores, revisores ad hoc e Editores Associados. Caso o autor discorde do parecer recebido, poderá solicitar revisão à Editoria da revista, que, caso avalie como cabível a revisão, encaminhará a solicitação aos Editores de Associados, ou, a depender do caso, solicitará avaliação de outro revisor ad hoc.

Submissões Online

Para realizar uma submissão, bem como para acompanhar um processo editorial em curso na revista “Cadernos de Pós-Graduação em Distúrbios do Desenvolvimento” é necessário realizar um cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha.

Diretrizes para Autores

A revista “Cadernos de Pós-Graduação em Distúrbios do Desenvolvimento” publica manuscritos nos idiomas português e inglês, relativos ao seu escopo, nas seguintes modalidades:

Artigos originais (25 páginas): Materiais inéditos, oriundos de resultado de pesquisa científica inserido em uma ou mais das diversas áreas temáticas do escopo da revista. O texto deve ser elaborado de acordo com os seguintes tópicos: título; introdução (definição de problemas de pesquisa, justificativa da pesquisa, relevância do tema, revisão teórica e objetivos do estudo); método (amostra, técnicas de coleta de dados, procedimentos de coleta de dados, citando o número de protocolo de aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos ou da Comissão de Ética no Uso de Animais); resultados; discussão; considerações finais ou conclusão; e referências. Não devem constar notas de rodapé. Figuras e tabelas devem ser indicadas no texto (ou seja: local onde devem ser inseridas), mas devem ser enviadas em um arquivo único separadamente, em número máximo de cinco.

Artigo de revisão (30 páginas): Apresentação da síntese dos resultados de diferentes estudos originais com o propósito de responder um questionamento específico. São aceitos trabalhos teóricos, revisões críticas, revisões sistemáticas de literatura O texto deve ser elaborado de acordo com os seguintes tópicos: título; introdução (definição de problemas de pesquisa, justificativa da pesquisa, relevância do tema e objetivos); método (critérios de inclusão e/ou exclusão do material na revisão, procedimentos de coleta dos dados documentais e procedimentos de análise); discussão de resultados (revisão e análise na base da teoria ou construto teórico discutido); considerações finais ou conclusão e referências. Quanto à inserção de figuras e tabelas, deve ser seguido o mesmo procedimento recomendado para artigo original baseado em dados empíricos.

Relato de Experiência ou Estudo de Caso  (20 páginas): Material referente a experiências profissionais, relacionadas a indivíduos, grupos e/ou comunidades, decorrentes de intervenções que tragam contribuição para a reflexão sobre a prática em distúrbios do desenvolvimento. O texto deve ser elaborado de acordo com os seguintes tópicos: título; introdução (definição do tema de estudo associado ao caso, relevância, apresentação do caso e quadro clínico do caso); Método (caracterização clínica do caso, procedimentos de seleção, procedimentos de exploração e diagnose, assim como os procedimentos de intervenção; citando o número de protocolo de aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos); discussão do caso; considerações finais ou conclusão e referências. Quanto à inserção de figuras e tabelas, deve ser seguido o mesmo procedimento recomendado para artigo original.

Resenha de livro (5 páginas): Apresentação e crítica de livro que possa orientar o leitor quanto às suas características e usos potenciais; constituindo um resumo comentado, com opiniões que possam dar uma visão geral da obra. O texto deve ser elaborado de acordo com os seguintes tópicos: cabeçalho (transcrição dos dados bibliográficos completos da publicação resenhada); introdução e objetivo da resenha; apresentação sintética das partes, seções ou capítulos; análise crítica sobre a obra em questão e discussão acerca da contribuição teórica ou científica.

Carta ao Editor (5 páginas): Avaliação crítica de conteúdo publicado na “Cadernos de Pós-Graduação em Distúrbios do Desenvolvimento”, resposta de autores a crítica formulada a artigo de sua autoria ou sobre tema de interesse da revista. Devem comentar, discutir ou criticar artigos publicados nessa revista ou tema de interesse.  Tamanho máximo de 2 páginas incluindo no máximo 6 referências. Sempre que possível uma resposta dos autores será publicada junto com a carta.

 

Política de Acesso Livre

Para garantir uma maior democratização do acesso ao conhecimento científico, a revista Cadernos adota a licença Creative Commons Attribution 4.0 International Public License (CC BY 4.0). Dessa forma, os leitores têm acesso livre e imediato ao conteúdo publicado. Portanto, a revista autoriza a utilização dos textos para leitura, download, impressão e compartilhamento, com a devida citação da fonte e autoria. Mais informações em: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/legalcode. Não serão cobrados quaisquer encargos para a publicação de artigos na revista

Ética em Pesquisa

A revista Cadernos prevê procedimentos éticos em todo o seu processo de editoria, ou seja, da submissão, avaliação à publicação, não sendo admissíveis desvios de conduta acadêmica, quer seja da Equipe Editorial ou de seus Autores.

Estudos envolvendo experimentos com seres humanos ou animais deverão ser aprovados por um Comitê Institucional de Ética em Pesquisa, sendo necessário apresentar os pareces de aprovação pelo Comitê de Ética em Seres Humanos ou da Comissão de Ética no Uso de Animais. Portanto, todos os Autores, Editores, Editores de Seção e Revisores são estimulados a conhecer e seguir as orientações do Committee on Publication Ethics – COPE (http://publicationethics.org) em todas as etapas do processo de publicação.

Pesquisa envolvendo seres humanos

Privacidade do paciente e consentimento informado para publicação

De acordo com o Comitê Internacional de Editores de Revistas Médicas: “Os pacientes têm direito à privacidade que não deve ser infringida sem consentimento informado. As informações de identificação não devem ser publicadas em descrições escritas e ou fotográficas a menos que  sejam essenciais para fins científicos e o paciente (ou pais ou responsáveis legais) dê consentimento informado por escrito para a publicação. O consentimento informado deve ser indicado no artigo publicado.” No caso de incluir informações que possam potencialmente identificar os participantes, o autor deve obter o consentimento informado por escrito de todos os participantes ​​(ou seus responsáveis ​​legais) confirmando que os resultados e quaisquer imagens podem ser publicadas. No caso de imagens identificáveis de pessoas, é mandatório incluir uma declaração confirmando a permissão para publicar essas imagens e fazer uma citação dentro do texto.

 

Formatação do Manuscrito

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da formatação do manuscrito em relação a todos os itens especificados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

LAYOUT

Todos os artigos deverão ser digitados em processador de texto Word for Windows (.doc), com espaço simples, na fonte Times New Roman, com corpo 12, sem exceder o número de páginas em relação ao tipo de artigo. A página deve ser configurada em A4, com formatação para as margens superior e inferior de 2,5cm e para as margens direita e esquerda de 3cm.

TÍTULO

Deve ser apresentado em português, inglês e espanhol, quando o artigo estiver integralmente em português, não excedendo 20 palavras.

LISTA DE AUTORES

Deverão ser apresentadas duas folhas de rosto do manuscrito. A primeira constando os dados dos autores abaixo do título (nome completo, filiação institucional, dados do autor responsável pela correspondência, nome, endereço postal, endereço eletrônico) e a segunda sem a identificação dos autores. A segunda folha de rosto será enviada aos parecerista juntamente com o manuscrito.

RESUMO

Os resumos devem constar em português, inglês e espanhol (máximo 300 palavras) e conter uma introdução, objetivos, método, principais resultados e conclusões, além de cinco palavras-chave. Todas as palavras-chave devem ser conferidas na indexação eletrônica da Biblioteca Virtual em Saúde ou na Bireme (www.bvs-psi.org.br ou www.bireme.br). Usar somente palavras-chave que constem nesses indexadores. 

Corpo do texto

É proibido o uso de recursos especiais de edição de tipo sublinhado, hífen, macros, recuos, etc. Os itálicos devem ser usados quando estritamente necessários para enfatizar alguma parte do texto. Os subtítulos devem ser escritos em negrito.

 

ESTATÍSTICA

Nos casos das pesquisas que aplicam análise estatística é necessário nomear os testes estatísticos usados para cada conjunto de dados, o valor do teste, o (s) grau (s) de liberdade e a probabilidade exata de cada resultado significativo e não significativo. Para dados que seguem a distribuição normal, utilizar média e o desvio padrão em vez de erro padrão da média. Para dados que não seguem distribuição normal, utilize mediana e os intervalos.

CITAÇÕES

As citações devem estar em concordância com as normas ABNT.

Citações diretas, literais ou textuais

São transcrições literais e extraídas do texto consultado, respeitando-se todas as características formais em relação à redação, à ortografia, e à pontuação original. Parte do trecho transcrito pode ser omitida mediante o emprego de três reticências entre colchetes, mas, ao final do trecho, indica-se de onde foi extraída a citação. A citação no texto é transcrita entre aspas duplas, e, no caso de ser uma citação textual curta, de até três linhas, deve vir incorporada ao parágrafo.

Exemplo:

Há o lugar onde se nasceu, o lugar de onde se vem, o lugar onde se trabalha, se mora etc. "O lugar onde se completa, pela fala, a troca alusiva de algumas senhas, na conivência e na intimidade cúmplice dos locutores" (AUGÉ, 1994, p. 73). Em síntese, um lugar pode ser simbolizado. Quando o nome do(s) autor(es) citado(s) ou o(s) título(s) da obra citada estiver(em) incluído(s) na sentença, apenas a data e a(s) página(s) são incluídas entre parênteses.

Exemplo:

Para Romberg (1992, p. 51), o termo "pesquisa" refere-se a processos - coisas que se fazem e não objetos que podem ser tocados e vistos. Além disso, ele afirma: "Fazer pesquisa não pode ser visto como um desempenho mecânico ou um conjunto de atividades que os indivíduos seguem de um modo prescrito ou predeterminado".

No primeiro exemplo do item 1.1, repare que, quando o sobrenome do autor está entre parênteses, o mesmo deve ser escrito em caixa alta - (AUGÉ, 1994, p. 73). No segundo exemplo do mesmo item 1.1, repare que, quando o sobrenome do autor está fora dos parênteses, o mesmo deve ser escrito em caixa baixa - Romberg (1992, p. 51).

No caso da citação textual longa, com mais de três linhas, ela é apresentada em parágrafo isolado, utilizando-se recuo de margem à esquerda de 4 cm, com o corpo da letra menor que o texto (tamanho 10), espaçamento simples, sem as aspas, tendo como limite a margem direita do trabalho.

Exemplo:

Segundo Onuchic (1999, p. 187): Nenhuma intervenção no processo de aprendizagem pode fazer mais diferença do que um professor bem formado, inteligente e hábil. Investir na qualidade de ensino é o que importa. A preparação do professor tem um efeito direto nos alunos [...].

 

Citações indiretas ou livres

São reproduções de ideias de outrem sem que haja transcrição literal das palavras utilizadas. Apesar de livres, devem ser fiéis ao sentido do texto original. Não necessitam de aspas.

Exemplo:

A reforma educacional brasileira da segunda metade dos anos 1990 é, ela mesma, na sua particularidade, tal mudança das estruturas sociais brasileiras. Por isso, nesse período, assistimos a uma série de transformações paradigmáticas nessa esfera. Ilustra essa afirmação a reforma curricular, realizada em todos os níveis e modalidades, de forma centralizada, por especialistas de nossas melhores universidades, institutos e fundações de pesquisa: a reforma no financiamento educacional articulada com a política avaliativa levada a termo pelo Sistema Nacional de Avaliação, dentre outras medidas no mesmo campo (SILVA JUNIOR, 2002).

Para citar uma obra com dois ou três autores, indicam-se todos os nomes, separados por ponto-e-vírgula, seguidos da data de publicação.

Exemplo:

Verificando-se a natureza de alguns produtos químicos, mesmo presentes em baixas concentrações na água, podem ser ingeridos por organismos aquáticos, que, por sua vez, são consumidos por peixes predadores, bioacumulando-se nos seus tecidos, representando risco potencial ao homem, bem como a pássaros e outros animais que comem peixes (MACKENTHUN; BREGMAN, 1991).

 

Citação de citação

Quando o autor não se utiliza do texto original, mas de uma citação feita em obra consultada, a citação poderá ser reproduzida literalmente, ou ser interpretada, resumida ou traduzida. Esse tipo de citação deve ser evitado ao máximo, já que a obra final não foi consultada e pode haver risco de má interpretação e de incorreções. Neste caso, utiliza-se a expressão latina apud seguida de indicação da fonte efetivamente consultada, e os dados do documento original devem ser mencionados em nota de rodapé.

 

REFERÊNCIAS

A lista de referências deve estar em concordância com as normas ABNT.

Artigo e/ou matéria de jornal

NAVES, P. Lagos andinos dão banho e beleza. Folha de São Paulo, São Paulo, 28 jun. 1999. Folha Turismo, Caderno 8, p.13.

Artigo e/ou matéria de jornal em meio eletrônico

SILVA, I. G. Pena de morte para o nascituro. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 19 set. 1988. Disponível em: http://www.brazilnet.com.br. Acesso em: 17 set de 2010.

Artigo de revista científica

SCHMITZ, M.; POLANCZYK, G.; ROHDE, L. A. P. TDAH: Remissão na adolescência e preditores de persistência em adultos. Jornal Brasileiro de Psiquiatria, v. 56, supl.1, p. 25-29, 2007.

Artigo de revista científica no prelo

MANSILLA, H. C. F. La controversia entre universalismo y particularismo en la filosofía de la cultura. Revista Latinoamericana de Psicologia. No prelo.

Trabalho apresentado em evento

BRAYNER, A. R.; MEDEIROS, C. B. Incorporação do tempo em SGBD orientado a objetos. In: SIMPOSIO BRASILEIRO DE BANCO DE DADOS, 9., 1994, São Paulo. Anais... São Paulo: USP, 1994. p. 16-29.

Trabalho apresentado em evento em meio eletrônico

GUNCHO, M. R. A educação à distância e a biblioteca universitária. In: SEMINÁRIO DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 10., 1998, Fortaleza. Anais... Fortaleza: Tec Treina, 1998. 1 CD-ROM.

Documento Jurídico

 

BRASIL. Código civil. 46. ed. São Paulo: Saraiva, 1995.

 

Livro

 

AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION. Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais: DSM-IV-TR. 4. ed. Porto Alegre: Artmed, 2002.

 

Capítulo de livro

 

SISTO, F. Delineamento correlacional. In: NUNES, M. N.; CAMPOS, D. C. (Ed.). Metodologias de pesquisa em ciências: análises qualitativas e quantitativas. Rio de Janeiro: LTC, 2007. p. 90-101.

 

Dissertações/Teses

 

RIBEIRO, C. A. O efeito da utilização do brinquedo terapêutico, pela enfermeira pediátrica, sobre o comportamento de crianças recém hospitalizadas. 1986. 156 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 1986.

 

AGRADECIMENTOS

Inserir ao final do texto a referência à(s) agência(s) de fomento e número dos processso de aprovação dos recursos financeiros, se for o caso e colaboradores do estudo.

Declaração de interesse

Os autores devem declarar quaisquer relações financeiras e ou pessoais com outras pessoas ou organizações que possam influenciar a pesquisa. São considerados potenciais conflito de interesses: vínculo empregatício, consultorias, propriedade de ações, honorários, registro de patentes e concessões ou outros financiamentos. É requerido que os autores declarem a existência ou não de conflito de interesse no artigo.

Resumo gráfico

Trata-se de um resumo, em imagem única, criada para oferecer um panorama geral sobre o trabalho e sobre o autor. No meio acadêmico, Resumos Gráficos têm sido uma tendência e representam uma forma criativa e dinâmica de divulgar o conhecimento científico. 

O objetivo do Resumo Gráfico é resumir a ideia central do artigo científico ou os principais resultados da pesquisa em um único gráfico com informações concisas.

Vantagens para criar um Resumo Gráfico :

  • Podem ser utilizados em eventos acadêmicos para a apresentação de artigos, que geralmente são dispostos lado a lado em painéis e requerem visualização rápida e dinâmica por parte do público, que geralmente tem muitos trabalhos à disposição para contemplar.
  • Podem ser apresentados em ambientes informais como sites, blogs, redes sociais, currículos, periódicos não acadêmicos etc.
  • Estudos acerca da eficácia do Resumo Gráfico indicam que seus respectivos artigos passam a ter até cinco vezes mais exposição favorecendo para que o artigo completo seja visitado mais vezes.
  • Podem ser criados com ferramentas gratuitas.

É de relevante importância ressaltar que um Visual Abstract não deve ser criado como um substituto para o resumo escrito tradicional ou para a leitura do próprio artigo. O leitor deve evitar chegar a conclusões por meio da análise de um Visual Abstract, pois se destina apenas a ajudar na decisão de ler ou não o artigo completo. Um único slide não poderia representar com precisão a complexidade do artigo, uma vez que é impossível incluir nele todas as informações importantes.

Encorajamos fortemente os autores a submeterem, juntamente com seu artigo, o seu respectivo Resumo Gráfico em formato de imagem (JPEG, GIF ou TIFF). Isso irá ajudar a disseminar, de forma mais rápida e eficiente, o melhor da ciência para um público amplo, através de diversos canais de comunicação como e-mails, eventos, redes sociais, entre outros.

Embora Resumo Gráfico  possa ser feito com softwares proprietários (por exemplo, Adobe Photoshop Suite), os autores podem optar pelo software Microsoft PowerPoint. Mas existem software de edição de imagens gratuitos que também podem ser usados para essa finalidade. Alguns exemplos:

Pixlr (https://pixlr.com/editor/)

GIMP GNU Image Manipulation Program (https://www.gimp.org/)

Mind the Graph: https://mindthegraph.com/

Exemplos de Resumo Gráfico podem ser encontrados na página da Scielo Brasil, no resumo publicado por José A. Moura-Neto e Miguel Carlos Riegga, intitulado “Visual abstracts: uma forma inovadora de divulgar informação científica”.

O artigo “A Primer on How to Create a Visual Abstract” contém alguns princípios de design que podem ajudar o autor na elaboração do seu Visual Abstract.

Check-list

 

Antes de submeter seu artigo, verifique se os seguintes itens foram cumpridos:

 

  • Título em português e inglês, se o artigo for
  • Nome completo dos autores, com afiliação institucional, vínculo e e-mail.
  • Resumo - palavras-chave.
  • Abstract – Keywords.
  • Corpo do texto.
  • Pareces de aprovação pelo Comitê de Ética em Seres Humanos ou da Comissão de Ética no Uso de Animais.
  • Citações e referências em acordo com as normas da ABNT.
  • Inserção de DOI nas referências, quando possível.
  • Declaração de Conflito de Interesse

 

 

E-mail: cadernos.ppgdd@mackenzie.br

Editora Responsável:

Profa. Dra. Roberta Monterazzo Cysneiros

 

 

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.