Religião e Educação: Uma Análise do Desempenho dos Estudantes no Exame Nacional do Ensino Médio

Autores

  • Gerson Silva dos Santos Universidade Federal de Pelotas
  • Júlia Gallego Ziero Uhr Universidade Federal de Pelotas
  • Silvio da Rosa Paula Universidade Federal de Pelotas

Palavras-chave:

Religião, Educação, Métodos Quase-Experimentais

Resumo

O presente estudo tem como objetivo avaliar o efeito da religião protestante sobre o desempenho acadêmico. Para tanto, considerou-se o precedente de Max Weber e da literatura que aponta a importância da educação no movimento liderado por Martinho Lutero. Deste modo, optou-se por trabalhar com a comparação entre as confissões protestante e católica. A fim de atingir o objetivo proposto, foram utilizados os microdados do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) da edição de 2009. A estratégia empírica seguiu uma abordagem quase-experimental, utilizando o estimador de Mínimos Quadrados Ordinários ponderados por pesos gerados com a técnica de balanceamento por entropia. Os resultados encontrados indicam que os candidatos protestantes ou evangélicos apresentaram melhor desempenho nas provas de ciências humanas; ciências da natureza; linguagens e redação. Por outro lado, os católicos apresentaram melhor desempenho na prova de matemática, corroborando assim com outros estudos realizados para o Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gerson Silva dos Santos, Universidade Federal de Pelotas

Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel)

Júlia Gallego Ziero Uhr, Universidade Federal de Pelotas

Pós-doutora em Economia pela Universidade de São Paulo (USP). É professora adjunta do departamento de Economia da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e do Programa de Pós-Graduação em Organizações e Mercados (PPGOM) da UFPel. Possui mestrado e doutorado em economia pela Universidade de Brasília (UnB) e graduação em Economia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Tem experiência na área de Economia com ênfase em economia ambiental, atuando principalmente nos seguintes temas: Recursos Naturais, Meio Ambiente, Direito e Economia e Economia Aplicada.

Silvio da Rosa Paula, Universidade Federal de Pelotas

Bolsista pesquisador no Subprograma de Pesquisa para o Desenvolvimento Nacional (PNPD) no Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Organizações e Mercados da Universidade Federal de Pelotas (PPGOM/UFPel). Mestre em Economia Aplicada PPGOM / UFPel. Pós-graduado em Machine Learning e Inteligência Artificial pela Faculdade Anhanguera. Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Pelotas UFPEL.

Referências

ALMEIDA, V. A reforma protestante: considerações acerca de seu surgimento e de sua expansão. Revista Observatório da Religião, v. 4, n. 1, p. 105–117, 2017.
ALMEIDA, V. História da Educação e métodos de aprendizagem em ensino de História. [s.l: s.n.].
ANUATTI-NETO, F.; NARITA, R. D. T. A influência da opção religiosa na acumulação de capital humano: um estudo exploratório. Estudos Econômicos (São Paulo), v. 34, n. 3, p. 453–486, 2004.
ARAÚJO, J. D. A.; SANTOS, D. L. DE J. Religião e educação: o posicionamento das igrejas cristãs em relação às questões dos negros no Brasil. Revista Internacional Interdisciplinar INTERthesis, v. 14, n. 3, p. 50, 2017.
AZZI, C.; EHRENBERG, R. Household Allocation of Time and Church Attendance. Journal of Political Economy, v. 83, n. 1, p. 27–56, fev. 1975.
BARRO, R. J.; MCCLEARY, R. M. Religion and economic growth across countries. American Sociological Review, v. 68, n. 5, p. 760–781, 2003.
BECKER, S. O.; WOESSMANN, L. Was weber wrong? A human capital theory of protestant economic history. Quarterly Journal of Economics, v. 124, n. 2, p. 531–596, 2009.
BRASIL. Constituição Federativa do Brasil. [s.l: s.n.].
CARVALHO, C. P. DE; RAMOS, M. E. N. Religião e Sucesso Escolar na Rede Municipal do Rio De Janeiro. Educação em Revista, v. 33, 2017.
CUNHA, N. M.; RIOS-NETO, E. L. G.; DE OLIVEIRA, A. M. H. C. Religiosidade e desempenho escolar: O caso de jovens brasileiros da regiao metropolitana de Belo Horizonte. (Religiosity and School Performance: A Case Study of Brazilian Youth in the Metropolitan Region of Belo Horizonte. With English summary.). Pesquisa e Planejamento Economico, v. 44, n. 1, p. 71–116, 2014.
DE CARVALHO FILHO, J. L. Religião, educação e economia em Max Weber. Civitas - Revista de Ciências Sociais, v. 14, n. 3, p. 540, 2014.
FERRARI, M. Martinho Lutero O Autor Do Conceito De Educação Útil. Nova Escola, p. 187, 2005.
GLANVILLE, J. L.; SIKKINK, D.; HERNÁNDEZ, E. I. Religious involvement and educational outcomes: The role of social capital and extracurricular participation. Sociological Quarterly, v. 49, n. 1, p. 105–137, dez. 2008.
HAINMUELLER, J. Entropy balancing for causal effects: A multivariate reweighting method to produce balanced samples in observational studies. Political Analysis, v. 20, n. 1, p. 25–46, 2012.
IBGE. Características gerais da população, religião e pessoas com deficiência. Tabelas de resultados. In: Censo 2010. [s.l: s.n.].
INEP. Relatório Pedagógico ENEM. [s.l: s.n.].
OLIVEIRA, L. L. S. DE; CORTES, R. X.; BALBINOTTO NETO, G. Quem vai à igreja? um teste de regressão logística ordenada do modelo de Azzi-Ehrenberg para o Brasil. Estudos Econômicos (São Paulo), v. 43, n. 2, p. 335–362, 2013.
ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS ONU. Declaração Universal dos Direitos Humanos adotada e proclamada pela resolução 217 A (III) da Assembléia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948. Psicologia Clínica, v. 20, n. 2, p. 201–207, 2008.
UHR, D. D. A. P. et al. A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo: Preferências Quanto ao Mercado de Trabalho, Empreendedorismo e a Estrutura Familiar no Brasil. Economia Aplicada, v. 25, n. 3, p. 395–420, 2021.
VALENTIN, I. A Reforma Protestante e a educação. Revista da Educação do Cogeime, v. 19, n. 37, p. 59–70, 2010.
VIEIRA, J. P. RELIGIÃO E EMPREENDEDORISMO NO BRASIL: UMA ANÁLISE UTILIZANDO MODELOS DE ESCOLHA OCUPACIONAL A PARTIR DO CENSO DE 2010ENCONTRO DE ECONOMIA DA REGIÃO SUL. [s.l: s.n.]. Disponível em: <https://www.anpec.org.br/sul/2013/submissao/files_I/i2-7ffdd2512fe46a6ddc730523ed61dfa9.pdf>. Acesso em: 7 jun. 2022.
WEBER, M. A ética protestante e o espírito do capitalismo A ética protestante e o espírito do capitalismo A ética protestante e o espírito do capitalismo. São Paulo: Companhia das Letras, p. 42–55, 2012.

Downloads

Publicado

2023-07-27

Como Citar

Silva dos Santos, G., Gallego Ziero Uhr, J., & da Rosa Paula, S. (2023). Religião e Educação: Uma Análise do Desempenho dos Estudantes no Exame Nacional do Ensino Médio. Revista De Economia Mackenzie, 20(1), 36–57. Recuperado de https://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/rem/article/view/15496

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)