Adaptações construtivas em habitações de interesse social no Cerrado brasileiro frente às mudanças climáticas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5935/cadernospos.v23n1p36-54

Palavras-chave:

Desempenho Termoenergético; Estratégias Bioclimáticas; Sustentabilidade.

Resumo

As mudanças climáticas são reconhecidas como um desafio global chave para o século 21. O objetivo deste trabalho é analisar, por meio de simulação computacional, os efeitos do aquecimento global no desempenho térmico e energético de uma habitação social implantada no cerrado brasileiro. A metodologia consiste em preparação dos futuros arquivos climáticos; elaboração de propostas de intervenção no objeto de estudo, definindo seis tipologias (Tbase, T1 a T5); classificação da eficiência energética; análise do conforto térmico e estimativa da carga térmica para refrigeração. Sob os efeitos do aquecimento global, T5 apresentou o melhor comportamento térmico em 1.148 horas no Cenário Base e 6.841 horas, em 2080. Tbase e T5 possuem classificação de eficiência energética de “C” e “A” no Cenário Base, respectivamente, e ambas são “E”, em 2080. Conclui-se que, considerando a vida útil das edificações, é necessário repensar as especificações atuais de construção para absorver os impactos das mudanças climáticas. Apontam-se orientações sobre como construir hoje para garantir habitabilidade nos cenários climáticos futuros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABNT NBR 15575-4. ABNT NBR 15575-4:2013 - Edificações habitacionais - Desempenho Parte 4 : Sistemas de vedações verticais internas e externas Associação Brasileira de Normas Técnicas.

ABNT. ABNT NBR 15220-1 Desempenho térmico de edificações Parte 1: Definições, símbolos e unidades. Associação Brasileira de Normas Técnicas, p. 1–66, 2003.

BRASIL. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. 6° Balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2015-2018. Brasília: MP, 2020. Disponível em: http://pac.gov.br/pub/up/relatorio/11fbe9b2f7cbecb3ec5c1f9f67b5f3be.pdf. Acesso em: 15 maio 2021.

DEAR, R. J.; BRAGER, G. S. Developing an adaptive model of thermal comfort and preference. ASHRAE Transactions, v. 104, n. Pt 1A, p. 145–167, 1998.

DEPARTMENT OF ENERGY, DOE. EnergyPlus. Disponível em: <https://energyplus.net>. Acesso em: 16 maio. 2020.

FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO (FJP). Estatística e Informações: demografia e indicadores sociais - Déficit Habitacional no Brasil 2015 (Diretoria de Estatística e Informações (DIREI), Ed.) Belo HorizonteFundação João Pinheiro, 2021.

GUARDA, E. L. A. Resiliência de habitação de interesse social unifamiliar em região de savanna frente às mudanças climáticas. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Edificações e Ambiental) – Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, 2019.

GUARDA, E. L. A., et al. The influence of climate change on renewable energy systems designed to achieve zero energy buildings in the present: A case study in the Brazilian Savannah. Sustainable Cities and Society, v. 52, p. 1-9, February 2019, 2020.

INSTITUTO NACIONAL DE METEOROLOGIA (INMET). Banco de dados 2018 e 2019. Disponível em: https://bdmep.inmet.gov.br/. Acesso em: 27 abr. 2023.

INSTITUTO NACIONAL DE METEOROLOGIA (INMET). Banco de dados 2020. Disponível em: https://bdmep.inmet.gov.br/. Acesso em: 27 abr. 2023.

INSTITUTO NACIONAL DE METEOROLOGIA (INMET). Normais Climatologias 1931-1960. Disponível em: https://clima.inmet.gov.br/NormaisClimatologicas/1961-1990/precipitacao_acumulada_mensal_anual. Acesso em: 27 abr. 2023.

INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA QUALIDADE E TECNOLOGIA (INMETRO). Requisitos técnicos da qualidade para nivel de eficiencia energética de edificios residenciais. 2012.

INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA QUALIDADE E TECNOLOGIA, I. Requisitos técnicos da qualidade para nivel de eficiencia energética de edificios residenciais. 2012.

INTERGORVENAMENTAL PAINEL CLIMATE CHANGE (IPCC). Climate Change 2021: The Physical Science Basis. Contribution of Working Group I to the Sixth Assessment Report of the Intergovernmental Panel on Climate Change. 2021. Disponível em: https://www.ipcc.ch/report/ar6/wg1/. Acesso em: 24 abr de 2023.

INTERGORVENAMENTAL PAINEL CLIMATE CHANGE (IPCC). Climate Change 2014: Synthesis Report Contribution of Working Groups I, II and III to the Fifth Assessment Report of the Intergovernmental Panel on Climate Change. In: Core Writing Team, Pachauri RK, Meyer LA (eds) IPCC, Geneva, Switzerland, 151 p., 2014.

INTERGORVENAMENTAL PAINEL CLIMATE CHANGE (IPCC). Climate Change Synthesis Report Contribution of Working Groups I, II and III to the Fifth Assessment Report of the Intergovernmental Panel on Climate Change. In: Core Writing Team, Pachauri RK, Meyer LA (eds) IPCC, Geneva, Switzerland, 151 p. 2007.

MARENGO, J. A.; SOARES, W. R. Impacto das Mudanças Climáticas no Brasil e Possíveis Futuros Cenários Climáticos: Síntese do Terceiro Relatório do IPCC 2001. Clima e Recursos Hídricos, p. 209–233, 2003.

NOAA, National Centers for Environmental Information. Global Temperature Trends, Updated through 2020 | Annual 2020 Global Climate Report. [S. l.], 2021. Disponível em: https://www.ncei.noaa.gov/access/monitoring/monthly-report/global/202013. Acesso em: 12 jul. 2022.

PEDERSEN, C. O.; FISHER, D. E.; LIESEN, R. J. Development of a heat balance procedure for calculating cooling loads. ASHRAE Transactions, v. 103, n. pt 2, p. 459–468, 1997.

PEEL, M. C.; FINLAYSON, B. L;. MCMAHON T. A. Updated world map of the Köppen-Geiger climate classification. Hydrology and Earth System Sciences Discussions, European Geosciences Union, v. 11, p.1633-1644, 2007.

RANA, I. A. A localized index-based approach to assess heatwave vulnerability and climate change adaptation strategies: A case study of formal and informal settlements of Lahore, Pakistan. Environmental Impact Assessment Review, v. 96, p. 106820, 2022. DOI: https://doi.org/10.1016/j.eiar.2022.106820

RIOS, G. A. A. Desempenho termoenergético de habitação de interesse social. 2015. Tese (Doutorado em Engenharia Elétrica) – Universidade Estadual Paulista, Ilha Solteira, 2015.

ROAF, S.; FUENTES, M.; THOMAS-REES, S. Ecohouse: A casa ambientalmente sustentável. Bookmann: Porto Alegre, 2014.

SÁNCHEZ-GARCÍA, D. et al. Adaptive comfort models applied to existing Dwellings in Mediterranean climate considering global warming. Sustainability (Switzerland), v. 10, n. 10, 2018.

TRIANA, M. A. Abordagem integrada no ciclo de vida de habitação de interesse social considerando mudanças climáticas. Tese (Doutorado em Engenharia Civil) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2016.

WANG, S. Applicability of passive design strategies in China promoted under global warming in past half century. Building and Environment, v. 195, p. 107777, 2021. https://doi.org/10.1016/j.buildenv.2021.107777

Downloads

Publicado

2023-06-30

Como Citar

GUARDA, E.; DURANTE, L.; CALLEJAS, I. Adaptações construtivas em habitações de interesse social no Cerrado brasileiro frente às mudanças climáticas. Cadernos de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo, [S. l.], v. 23, n. 1, p. 36–54, 2023. DOI: 10.5935/cadernospos.v23n1p36-54. Disponível em: https://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/cpgau/article/view/15459. Acesso em: 22 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos