Crescimento da produção agropecuária e indicadores socioeconômicos: Microrregiões de Mato Grosso: 2000 e 2010

Ana Cláudia Pinto, Benedito Dias Pereira

Resumo


Neste trabalho se pesquisa possíveis efeitos das quantidades  produzidas de soja, arroz, feijão e algodão sobre os níveis de pobreza e da desigualdade da distribuição de renda nas vinte e duas microrregiões do Estado de Mato Grosso. Para tanto, com estatísticas de 2000 e 2010 e adoção de dados de painel para modelos fixos, foram estimadas duas regressões, cujas variáveis independentes são as quantidades desses bens e como variáveis dependentes em cada uma dessas regressões, o índice de Sen (métrica da pobreza absoluta) e o de Gini (métrica da desigualdade da distribuição de renda).  Como resultados mais relevantes, com significância estatística de 10%, verificou-se que, em determinada microrregião (Alto Araguaia), a quantidade produzida de algodão exerceu influência inversa sobre a pobreza e a sojicultura provocou efeito direto ou positivo sobre a desigualdade.

Texto completo:

PDF