Mobilidade Social no Rio de Janeiro

  • Valéria Pero Universidade Federal do Rio de Janeiro

Resumo

O Rio de Janeiro tem a taxa de mobilidade social intergeracional mais alta entre os estados do Brasil, caracterizando uma sociedade mais aberta e dinâmica. No entanto, verificou-se um comportamento temporal atípico com a queda da mobilidade ascendente, que pode ser explicada, pelo menos em parte, pelos reflexos da perda de dinamismo da economia fluminense que vem ocorrendo há algumas décadas sobre a estrutura ocupacional e a migração para outros estados do Brasil.

Biografia do Autor

Valéria Pero, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutora em Economia pelo Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e professora adjunta da mesma instituição.

Publicado
2009-06-26
Seção
Artigos