O Conselho Paroquial: O "Outro" e a solidariedade como um valor

Francisco Antonio de Vasconcelos

Resumo


Resumo:Este trabalho é um desdobramento de uma pesquisa de Pós-Doutorado em Ciências da Religião, iniciada em outubro de 2015 e concluída em abril de 2017, junto a Universidade Presbiteriana Mackenzie. A investigação teve por título O CONSELHO PAROQUIAL COMO UM LOCUS DE CONSTRUÇÃO DO SUJEITO POLÍTICO: Uma experiência da Diocese de Nova Iguaçu na década de 2000. Vale destacar que Jürgen Habermas foi a principal referência teórica dessa pesquisa. Considerando o exposto, o presente artigo, trata de dois pontos: 1) Na teoria do agir comunicativo, elaborada pelo filósofo e sociólogo de Dürseldorf, a categoria “Outro” ocupa um lugar central. Habermas vai se concentrar na própria estrutura da linguagem. Nela, encontra-se sempre um Eu (Ego) e um Tu (Alter). Desenvolvendo sua linha de raciocínio, amparado nesse percurso por vários teóricos como John Langshaw  Austin e John Searle, responsáveis pela elaboração da teoria dos atos de fala, ou Ludwig Wittgenstein e a teoria dos jogos de linguagem, o pensador alemão vai mostrando o potencial emancipatório da razão comunicativa; 2) A questão de saber se é lícito ou não à religião atuar no espaço público. Ela é aqui analisada à luz da filosofia da religião de Habermas norteada pela categoria “solidariedade”.

 

Palavras-chave: Conselho Paroquial. Outro. Solidariedade. Religião. Esfera Pública.

 


Texto completo:

PDF