A reforma chega à América: o pioneirismo da França Antártica

Euler Renato Westphal, Arlindo Ferretti Júnior, Roberta Barros Meira

Resumo


O presente artigo pretende investigar o desenvolvimento do processo de expansão protestante no Brasil, a partir da experiência da França Antártica. Traça para isso um perfil de três importantes atores: Nicolas Durand de Villegagnon - líder da colônia - e dos cronistas André Thevet - frade católico - e Jean de Léry - pastor protestante. Numa perfeita síntese da Europa quinhentista, a colônia da França Antártica representa o encontro da expansão marítima e da Reforma Protestante, motivadores essenciais das transformações econômicas e culturais do século XVI. O trabalho levanta questões relativas ao início do projeto missionário calvinista que se deu com a primeira empreitada colonial francesa na América. Por fim, procura apontar, em meio à polêmica que a cerca, a sua fundamental importância para a história do protestantismo.


Texto completo:

PDF