Finanças comportamentais: uma avaliação crítica da moderna teoria de finanças

Marcelo Anache, Luiz da Costa Laurencel

Resumo


Este artigo tem como objetivo principal apresentar o conjunto de arcabouços teóricos que definem o homem da Moderna Teoria de Finanças para, posteriormente, questionar a explicação de anomalias mais recorrentes nos mercados financeiros, as quais não são plenamente compreendidas por meio dos modelos convencionais de finanças. A ênfase do trabalho recai no recorte dos conceitos fundamentais do paradigma, ainda incipiente, das Finanças Comportamentais, no intuito de um melhor entendimento dos modelos já existentes.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.