Desenvolvimento de negócio: empresa de consultoria em processos para certificação OEA

  • Marcos Antonio Franklin Universidade Presbiteriana Mackenzie
  • Celso Aves Pereira Universidade Presbiteriana Mackenzie
Palavras-chave: Programa OEA, Gestão por Processos; Cadeia Logística; Inovação.

Resumo

A globalização trouxe o aumento do fluxo de pessoas e mercadorias entre os países. Esse movimento teve como consequência o crescimento da economia mundial, no entanto impactou a segurança internacional. Neste contexto surgiu o programa OEA, como forma de padronizar e agilizar a fiscalização das Aduanas por meio da implementação de processos que garantam o controle das cargas. Assim, este relato tecnológico analisou a criação de uma consultoria que teve como foco atender uma oportunidade de negócio, oferecendo soluções de treinamento e consultoria de processos para a obtenção da certificação OEA. A oportunidade situa-se em um mercado complexo composto por vários intervenientes da cadeia logística e traz um conceito inovador quando aplica conceitos e métodos de gestão de processos de negócio (BPM – Business Process Management) ao programa OEA. Quando da aplicação dos conceitos e métodos teve como foco a gestão dos processos internos e modelos de negócios com reduções de tempo e maior previsibilidade da cadeia logística. Para tanto, a consultoria CA Pereira planejou sua estratégia e portfólio de serviços de forma a aproveitar essa oportunidade, cujo processo e ações são apresentados neste relato tecnológico, que abordou o entendimento e diagnóstico da oportunidade, propostas de solução e plano de ações.

Biografia do Autor

Marcos Antonio Franklin, Universidade Presbiteriana Mackenzie
Experiência profissional na área de gestão da inovação e processos organizacionais. Doutor em Administração de Empresas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e mestre em Qualidade pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). É professor do núcleo docente permanente do Mestrado Profissional em Administração do Desenvolvimento de Negócios do Centro de Ciências Sociais e Aplicadas da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Desenvolve projetos de pesquisa aplicada em temas relacionados com gestão da inovação, sustentabilidade, redes, qualidade, ambiente e processos organizacionais. Têm publicações em congressos e revistas nacionais e internacionais nesses temas.
Celso Aves Pereira, Universidade Presbiteriana Mackenzie

Mestrado Profissional em Administração do Desenvolvimento de Negócios (2018) na Universidade Mackenzie. Graduado em Engenharia Eletrônica (Universidade Mackenzie - 1994), com Pós-Graduação em Administração Industrial (USP - 2001), MBA de Gestão de Operações e Serviços (USP - 2005). Certificado como gerente pela Toyota Motor Corporation no Japão. Experiência profissional de 20 anos no gerenciamento da cadeia de suprimentos, logística e Operações na América Latina atuando em empresas multinacionais de grande porte nos setores Automotivo, Eletrônico, Embalagem e Químico. (IMI Precision, Henkel, Toyota, Volkswagen e Siemens). DOCÊNCIA ? FIA (2017-Atual) ? Pós-Graduação em finanças e eficiência empresarial. UNIMEP (2017-Atual) ? Pós-Graduação em Engenharia de Processo e Produtividade com certificação Lean Manufacturing. USCS (2018-Atual) Pós-Graduação em Engenharia Industrial com Ênfase no Lean Manufacturing. 

Referências

AMATO NETO, J.; MARINHO, B. L.; CORREIA, G. M.; AMATO, L. F. Gestão estratégica de fornecedores e contratos - uma visão integrada São Paulo: Saraiva, 2014. BALLOU, R. H. Logistica empresarial: transportes, administracao de materiais e distribuicao fisica. São Paulo: Atlas, 1993.
BENEDICT, T.; BILODEAU, N.; VITKUS, P. BPM CBOK Version 3.0. ABPMP, 2013. BERNARDI, L. A. Empreendedorismo e armadilhas comportamentais: causalidades, emoções e complexidade. São Paulo: Atlas, 2015.
CARPINETTI, L. C. R.; GEROLAMO, M. C. Gestão da qualidade ISO 9001: 2015: requisitos e integração com a ISO 14001:2015. São Paulo: Atlas, 2015.
CROCCO, L.; GUTTMANN, E. Consultoria empresarial. São Paulo: Saraiva, 2017.
DAVENPORT, T. H. Reengenharia de processos. Rio de Janeiro: Campus, 1994.
DAVID, P. A. Logística internacional - gestão de operações de comércio internacional. 4. ed. ed. São Paulo: Cengage Learning, 2016.
DEFEO, J. A. Juran´s quality handbook: the complete guide to performance excellence. 7 ed. New York: McGraw-Hill, 2017.
FITZSIMMONS, J. A.; FITZSIMMONS, M. J. Administração de serviços: operações, estratégia e tecnologia de informação. 7. ed. Porto Alegre: AMGH, 2014.
MARCONDES, R. C.; MIGUEL, L. A. P.; FRANKLIN, M. A.; PEREZ, G. Metodologia para trabalhos práticos e aplicados: administração e contabilidade. - [livro eletrônico] São Paulo: Editora Mackenzie, 2017.
MDIC. Empresas brasileiras exportadoras e importadoras. MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, C. E. e. S. 2018.
MULHOLLAND, B. 17-BPM. Statistics to help you increase efficiency in your business, 2017. Disponível em: https://www.process.st/bpm-statistics-increase-efficiency. Acesso em: 04/05/2018.
OCDE Relatórios Econômicos da OCDE Disponível em: https://www.oecd.org/site/ictworkshops/year/2003/, 2003 Acesso em 11.2018
OCDE Relatórios Econômicos da OCDE Disponível em: http://www.oecd.org/economy/surveys/Brazil-2018-OECD-economic-survey-overview-Portuguese.pdf,2018 Acesso em 11.2018
OLIVEIRA, D. P. R. Manual de consultoria empresarial: conceitos metodologia práticas. 15. ed. São Paulo: Atlas, 2015.
OSTERWALDER, A.; PIGNEUR, Y. Business model generation: inovação em modelos de negócios: um manual para visionários, inovadores e revolucionários. Rio de Janeiro: Alta Books, 2011.
PALADINI, E. P. Gestão da qualidade: teoria e prática. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, 2012.
RECEITA FEDERAL - Programa Brasileiro de OEA FAZENDA, M. d. Brasília 2015.
SHAPIRO, B. P.; BONOMA, T. V. How to segment industrial markets. Harvard Business Review, 1984.
TIDD, J.; BESSANT, J.; PAVITT, K. Gestão da inovação. 3.ed. Porto Alegre: Bookman, 2008.
TIGRE, P. B. Gestão da inovação: a economia da tecnologia do Brasil. Rio de Janeiro: Elsevier, 2006.
ZEITHAML, V. A. Marketing de serviços: a empresa com foco no cliente. Porto Alegre: Boookman, 2014.
ZOGBI, E. Como fazer uma análise pfoa (swot) com números. São Paulo: Atlas, 2013.
KIM, W; MAUBORGNE, R. Blue ocean strategy: how to create uncontested market space and make the competition irrelevant. Boston: Harvard Business School Press, 2005.
Publicado
2020-04-10