Qualidade do transporte urbano na cidade de Goiânia: Os desafios percorridos pelo turista em sua rota

Autores

  • Adriano Paranaiba Instituto Federal de Goiás
  • Andressa Barbosa Instituto Federal de Goiás

Palavras-chave:

Análise fatorial, Transporte urbano, Turismo

Resumo

Este artigo apresenta a avaliação dos turistas que são usuários do transporte urbano no município de Goiânia e busca identificar quais os principais desafios enfrentados durante sua rota. Para tanto, foi aplicado questionários e utilizada a análise, para transformar as variáveis em fatores menores que explicam as dimensões principais que resumem o conjunto de variáveis observadas facilitando a avaliação dos indicadores das perspectivas sob o olhar do turista. Uma cidade para ser turisticamente atrativa, precisa possuir qualidade dos serviços oferecidos e da infraestrutura do local, e o transporte urbano de qualidade amplia a demanda turística de determinada localidade. Com base nos dados obtidos, foi possível identificar as lacunas existentes entre a expectativa dos clientes e sua percepção após experienciar o serviço prestado. A partir disso, é possível selecionar os itens críticos das avaliações, que se melhorados, podem contribuir para o aumento da qualidade dos serviços.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Bedani, M. (2006). Clima organizacional: investigação e diagnóstico: estudo de caso em agência de viagens e turismo. Psicologia para América Latina, (7)
Beni, M. C. (2019). Análise estrutural do turismo. Senac.
Bezerra, F. A. (2012). Análise fatorial. In: Corrar, L., Paulo, E., Dias Filho, J. M., & Rodrigues, A. (2012). Análise multivariada para os cursos de administração, ciências contábeis e economia.
Brasil (2012) Lei n° 12.587, de 3 de janeiro 2012. Institui as diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana. Brasília, DF
Chagas, M. M., & Junior, S. M. (2010). Análise da relação causal entre imagem, qualidade, satisfação e fidelidade: um estudo sobre a percepção do turista nacional no destino turístico Natal/RN. Revista Turismo em Análise, 21(3), 494-516.
Chagas, M. M., Sampaio, L. M. B., & Santos, K. E. B. (2013). Análise da influência da imagem de destinos na satisfação e fidelidade a destinações de turismo de sol e praia: Um estudo em Natal/RN. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo, 7(2), 296-316.
Fonseca, J. J. S. (2002). Metodologia da Pesquisa Científica.
Goiás (2014), Goiás Turismo, Goiânia, Capital dos negócios e qualidade de vida, Goiás.
Hair, J. F., Black, W. C., Babin, B. J., Anderson, R. E., & Tatham, R. L. (2009). Análise multivariada de dados. Bookman Editora.
Heraty, M. J. (1989). Tourism transport—implications for developing countries. Tourism Management, 10(4), 288-292.
Kaul, R. N. (1985). Dynamics of Tourism: A Trilogy. Transportation and Marketing. Sterling Publishers.
Llauradó, O (2015). Consultinggroup. Escala de Likert: o que é e como utilizá-la. São Paulo.
Lohmann, G., & Duval, D. T. (2011). Critical aspects of the tourism-transport relationship. Contemporary tourism reviews, 1-37.
Mingoti, S. A. (2005). Análise de dados através de métodos de estatística multivariada: uma abordagem aplicada. Editora UFMG.
Palhares, G. L. (2002). Transportes turísticos. São Paulo: Aleph.
Paranaiba, A. (2018). Praxiologia e Sintaxe Espacial:. MISES: Interdisciplinary Journal of Philosophy, Law and Economics, 6(2).
Pérez-Nebra, A. R., & Torres, C. V. (2010). Medindo a imagem do destino turístico: uma pesquisa baseada na teoria de resposta ao item. Revista de Administração Contemporânea, 14(1), 80-99.
Prideaux, B. (2000). The role of the transport system in destination development. Tourism management, 21(1), 53-63.
Santos, T. B., & Santos, A. C. M. Z. (2018). Competências são importantes para agentes de viagem? Um estudo exploratório em agências de Porto Alegre. Turismo-Visão e Ação, 20(1), 29-50.
Wanderley, H. (2004). A percepção dos hóspedes quanto aos atributos oferecidos pelos hotéis voltados para o turismo de negócios na cidade de São Paulo (Doctoral dissertation, Universidade de São Paulo).

Downloads

Publicado

2020-11-03

Como Citar

Paranaiba, A., & Barbosa, A. (2020). Qualidade do transporte urbano na cidade de Goiânia: Os desafios percorridos pelo turista em sua rota. Revista De Economia Mackenzie, 17(2), 27–50. Recuperado de https://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/rem/article/view/12992

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)