O livro de Tomás Pinto Brandão

Algumas condições para a produção e circulação da sátira em Portugal no século XVIII

Autores

  • Phelipe Fernandes de Oliveira Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro)

Palavras-chave:

Poesia, Sátira, Barroco

Resumo

O presente trabalho busca introduzir aspectos histórico-literários para a leitura do livro de poemas Pinto renascido, empennado, e desempennado: primeiro voo, de Tomás Pinto Brandão, autor cômico do século XVIII. Para essa tarefa, tomamos como base o trabalho crítico desenvolvido por João Adolfo Hansen acerca do conceito de “barroco”, calcado na tradição da arqueologia das Ciências Humanas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Phelipe Fernandes de Oliveira, Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro)

Mestrando na área de Literatura Brasileira do departamento de Letras Vernáculas.

Referências

BLUTEAU, R. Urbano. In: BLUTEAU, R. Vocabulario portuguez & latino: aulico, anatomico, architectonico ... Coimbra: Collegio das Artes da Companhia de Jesu, 1712 - 1728, p. 587.

BONNET, J. Algumas historietas: ou pequeno elogio da anedota em literatura. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2015.

BRANDÃO, T. P. Pinto renascido, empennado, e desempennado: primeiro voo. Lisboa: Officina da Musica, 1732.

CARRATORE, E. Introdução ao estudo das sátiras de Horácio. Alpha, São Paulo, v. 2, p. 43-66, 1967.

DONOSO, P. B.; PEÑA, M. R. Tomás Pinto Brandão: La comedia de comedias: introducción, edición y notas. Criticón, Madrid, v. 40, p. 81-159, 1987.

FOUCAULT, M. A verdade e as formas jurídicas. Rio de Janeiro: Nau editora, 2003.

GRACIAN, L. Agudeza y arte de ingenio: en que se explican todos los modos y diferencias de concetos, com exemplares escogidos de todo lo mas bien dicho, assi sacro, como humano. Amberes: Casa de Henrico y Cornelio Verdussen, Impressores e Mercaderes de Libros, 1702.

HANSEN, J. A. A sátira e o engenho. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

HORÁCIO. Arte poética. In.: A poética clássica: Aristóteles, Horácio, Longino. São Paulo: Cultrix, 2005.

LAUSBERG, H. Elementos de retórica literária. Lisboa: Calouste Gulbenkian, 1967.

LOPES, O.; SARAIVA, A. J. História da Literatura Portuguesa. 17. ed. Porto: Porto Editora, 1996.

OLIVAL, F. Mercado de hábitos e serviços em Portugal (séculos XVII-XVIII). Análise social, Lisboa, v. 38, p. 743-769, 2003.

Downloads

Publicado

2020-11-18

Como Citar

de Oliveira, P. F. (2020). O livro de Tomás Pinto Brandão: Algumas condições para a produção e circulação da sátira em Portugal no século XVIII. Cadernos De Pós-Graduação Em Letras, 20(3), 154–167. Recuperado de https://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/cpgl/article/view/12786