APTIDÃO CARDIORRESPIRATÓRIA E ÍNDICE DE MASSA CORPORAL DE ALUNOS PRATICANTES E NÃO PRATICANTES DE DESPORTO ESCOLAR

  • Carlos Araújo da Mata Instituto de Educação, Universidade do Minho, Portugal
  • Maria Beatriz Pereira Instituto de Educação, Universidade do Minho, Portugal
  • Edson Souza Azevedo Universidade Federal de Santa Catarina
  • Ana Isabel Silva
  • Sergio A. R. Souza

Resumo

Neste trabalho estudamos a relação entre a participação das crianças e adolescentes no Desporto Escolar (DE) e duas variáveis importantes relacionadas com a saúde: a Aptidão Cardiorrespiratória (ApCR) e Índice de Massa Corporal (IMC). A população estudada apresenta um total de 366 crianças e adolescentes, estando dividida em praticantes regulares de DE (n=111) e não praticantes (n=255). A prevalência do sobrepeso/obesidade, com base nos pontos de corte de Cole et al. (2000), é de 23,4% nos alunos que praticam DE e de 43,5% nos que não praticam. A percentagem de alunos com uma ApCR boa ou excelente é consideravelmente maior nos alunos  praticantes de DE. Estes dados reforçam a importância do DE no
aumento da atividade física semanal das crianças e adolescentes, com implicações importantes ao nível da saúde.
Palavras-chave: aptidão cardiorrespiratória; IMC; desporto
escolar.

Publicado
2017-12-06