A QUALIDADE DE VIDA NA PERCEPÇÃO DE DANÇARINOS DE QUADRILHA

Jorge Lopes Cavalcante Neto, Larissa Ingrid Araújo da Silva, Mayara Soares dos Santos, Marcus Raphael de Goés Silva, Jéssyca Rayanne da Silva Alves

Resumo


O estudo teve como objetivos verificar a percepção da qualidade de vida de dançarinos de quadrilha e comparar tal percepção entre os sexos. Realizou-se estudo transversal em uma quadrilha de Maceió. Aplicou-se o SF-36 (Medical Outcomes Study 36 – Item Short-Form Health Survey), após assinatura do TCLE. Utilizou-se a estatística descritiva e teste t-Student (p<0,05). Na amostra de 44 sujeitos, observou-se boa qualidade de vida, com maiores escores nos domínios: Capacidade Funcional (89,31±10,59) e Aspectos Sociais (82,78±17,06). Entre os sexos, observou-se um menor escore no feminino em Limitações por Esforço Físico. Reforçando apontamentos fisiológicos, já que homens e mulheres apresentam diferenças na estrutura e composição corporal. Por tratar-se de estudo preliminar, os achados servirão de base para estudos futuros.

Palavras-chave: Qualidade de vida. Dança. Dançarinos de quadrilha.


Texto completo:

PDF