FATORES ASSOCIADOS À PRÁTICA DO SKATE

Carlos Gomes de Oliveira, Giuliano Gomes de Assis Pimentel

Resumo


O proposito deste texto é discutir os fatores motivacionais (intrínsecos e extrínsecos) associados à prática do skate. O principal objetivo foi analisar as relações existentes entre os fatores que poderiam favorecer ou minimizar a prática do esporte. Portanto, foi utilizado um estudo survey junto a 148 praticantes da Região Norte do Paraná. O instrumento de análise considerou alguns aspectos como: nível de experiência, faixa etária, lesões, frequência e motivação. A análise considerou ainda a estatística descritiva e a discussão temática, tendo como eixos as categorias corpo, risco e socialidade. A faixa etária predominante era composta por jovens, com até 20 anos, significando um corpo mais ágil e flexível para as manobras. Embora 95% das lesões não sejam graves (fraturas), 69% têm potencial para afastar temporariamente o praticante. A maior parte da amostra participa de competições, mas o caráter esportivo do skate está mais associado a valores associados ao lazer. Assim, em termos gerais, na realidade estudada, o skate está ligado predominantemente à diversão, socialidade, saúde e enfrentamento dos riscos, sendo estes signos diferenciadores.

Palavras-chave: perfil do praticante; skate; lesões esportivas.


Texto completo:

PDF