Comparação de modelos de práticas na performance do arremesso do lance livre no basquetebol

  • Luiz Augusto Silva Unicentro
  • Jorge William Pedroso Silveira Unicentro
  • Arnoldo Skubisz Neto Unicentro

Resumo

Resumo: Este estudo teve por objetivo expor qual prática é a mais adequada na fase de aperfeiçoamento do arremesso do lance livre em atletas juvenis da modalidade de basquetebol, a prática massificada ou a distribuída. Foram analisados 10 arremessos de 20 atletas da categoria juvenil (com idade entre 14 e 18 anos), participantes de competições realizadas no ano de 2009, da cidade de Irati (PR). Por meio da análise dos resultados em que a prática massificada apresentou resultados no teste de 5,6 ± 1,85 acertos em média e reteste 4,9 ± 1,51 e a prática distribuída com 5,7 ± 1,61 em média no teste e 7,1 ± 1,3 acertos no reteste, o que sugere que a prática distribuída oferece melhores condições de execução nos arremessos por parte dos atletas.

Palavras-chave: basquetebol; prática maciça; prática distribuída. 

Biografia do Autor

Arnoldo Skubisz Neto, Unicentro

 

 

Publicado
2012-08-21