Adaptações moleculares ao treinamento de força: recentes descobertas sobre o papel da miostatina

  • Marcelo Larciprete Leal Universidade de São Paulo
  • Audrei dos Reis Santos Universidade de São Paulo
  • Marcelo Saldanha Aoki Universidade de São Paulo

Resumo

A Miostatina é uma proteína que exerce um potente efeito inibitório sobre o crescimento e desenvolvimento do músculo esquelético. Algumas mutações no gene da Miostatina já foram identificadas em animais, sendo associadas ao aumento exacerbado da massa muscular. O treinamento de força é, por sua vez, reconhecidamente uma estratégia capaz de promover hipertrofia do músculo esquelético. Portanto, é plausível especular que esta estratégia de treinamento possa influenciar a expressão e/ou atividade da Miostatina. O objetivo do presente artigo é apresentar os principais resultados relacionados ao efeito do treinamento de força sobre o comportamento do gene da Miostatina.

Publicado
2009-08-06